Dicas de Alimentação, Suplementos

Vitaminas e minerais para a terceira idade – parte 1

vitaminas e sais minerais para a terceira idade

A partir dos 65 anos de idade, o processo natural do envelhecimento se acelera, impactando diretamente na saúde.

Uma das áreas que mais merecem atenção é o estado nutricional do idoso. Isso porque há uma alteração no funcionamento do organismo que afeta processos como a digestão, a imunidade, o metabolismo, entre outros.

Geralmente, o idoso perde o apetite, apresenta dificuldades para mastigar os alimentos, começa a perder a capacidade de sentir os sabores, apresenta um processo digestivo mais lento, o que torna o trânsito intestinal mais vagaroso e as fezes mais ressecadas.

Somando-se todos esses fatores, além de uma menor ingestão de alimentos, a absorção de nutrientes como vitaminas e minerais fica completamente comprometida na terceira idade.

Segundo artigo publicado na revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, a desnutrição é a condição mais observada na população idosa e está associada ao aumento da mortalidade, de infecções e na piora da qualidade de vida.

De acordo com dados do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem hoje cerca de 20 milhões de pessoas acima dos 60 anos.

A expectativa de vida aumentou para 75 anos, em média.

Portanto, cuidar da alimentação na terceira idade é fundamental para manter uma boa saúde, bem-estar e qualidade de vida, afinal não adianta só viver mais, o importante é viver mais e melhor.

Você tem 60 anos ou mais?

Faça esse teste e avalie sua saúde.

Como adotar uma alimentação saudável

Uma dieta equilibrada é composta de todos os grupos alimentares como carboidratos, proteínas, frutas, hortaliças, leite e derivados, gordura e açúcar, dentro das porções corretas.

Isso porque para que o corpo humano funcione perfeitamente são necessários mais de 40 nutrientes, somente obtidos por meio dos alimentos.

Uma boa alimentação começa no café da manhã.

O idoso não deve pular essa refeição, que serve principalmente para dar energia e ativar o metabolismo.

É fundamental comer uma porção de carboidrato como o pão, por exemplo, uma fruta ou o suco de uma fruta, leite ou derivados como queijos e iogurtes, cereais integrais, pois são ricos em fibras.

vitaminas

No almoço e no jantar, é preciso saber montar um prato saudável da seguinte maneira:

– Preencha metade do prato com legumes e verduras, crus ou cozidos

– Na outra metade, preencha ¼ com carboidrato e o restante com uma porção de carne e uma porção de leguminosas como feijão, lentilha, grão-de-bico, ervilha, etc.

Entre as principais refeições do dia, ou seja, café da manhã, almoço e jantar, é fundamental fazer lanches intermediários.

Entre o café da manhã e o almoço, o ideal é consumir uma fruta ou um derivado do leite.

Já no lanche da tarde, frutas, torradas, bolos, queijos, castanhas e nozes são algumas opções.

Se o jantar é feito muito cedo, é importante comer alguma coisa antes de dormir, um chá com torradas, um copo de bebida à base de soja, entre outros.

Sendo assim, a alimentação saudável inclui todos os grupos de alimentos e deve ser fracionada.

Pessoas acima dos 65 anos de idade precisam de uma quantidade maior de alimentos ricos em fibras e é imprescindível beber, no mínimo, 8 copos de água por dia.

Isso vai garantir um bom funcionamento do intestino.

O arroz integral, assim como o pão integral, é mais saudáveis e deve ser incluso na dieta.

É importante ainda diminuir o consumo de açúcar refinado (branco), gordura saturada presente em carnes gordas (picanha, costela de porco, etc.) e sal.

Mesmo com uma alimentação equilibrada, o organismo do idoso apresenta dificuldades para absorver certos nutrientes.

Sendo assim, por meio de exames de sangue, o médico poderá avaliar se há necessidade de prescrever suplementos, principalmente de cálcio, vitamina D e vitamina B12.

fonte: sautil

Veja  a matéria no Portal AVôVó:

Conheça 8 passos para ter uma dieta saudável.

 

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *