Comportamental

Um gesto de carinho pode mudar o mundo de uma pessoa

um ato de carinho

Um gesto de carinho pode mudar o mundo de uma pessoa.

Carinho é uma manifestação de solidariedade, compaixão, afeto e atenção que é trocada entre os seres vivos, principalmente os mamíferos.

Um gesto de carinho não se restringe apenas ao contato físico, como beijos e abraço, mas também a ações mais abrangentes e simbólicas.

O carinho é uma demonstração delicada que não se divide por cor, raça, religião, cultura ou sexo, podendo ocorrer inclusive entre seres humanos e outros animais, ou mesmo entre os próprios bichos.

Uma pessoa considerada carinhosa é aquela que demonstra carinho para com outras, sejam amigos, familiares ou mesmo desconhecidos.

A troca de carinho é essencial para o equilíbrio emocional do ser humano, além de ser importante para a saúde do indivíduo.

O ato de receber e dar carinho ativa a libertação de certos hormônios que ajudam a combater o estresse e a tristeza, como a dopamina e serotonina.

um gesto de carinho

As demonstrações de carinho também podem ser transmitidas através de mensagens de texto, onde o conteúdo tenha a intenção de animar, ajudar ou prestar suporte e solidariedade para o destinatário.

O carinho é uma poderosa arma para a estabilidade da paz, como diz o ditado popular: “o bem gera o bem”.

Esse sentimento é mais forte do que muitos pensam.

Às vezes o carinho é muito mais sincero do que um amor sufocado.

Ele encanta por ser sentido, ser ouvido e ser tocado.

Atravessa anos e anos e diferente de um amor esquecido, ele está sempre ali ao nosso alcance, mesmo que distante.

A pureza do carinho é saber que ele não machuca, como a raiva, o ódio, o amor iludido, a amizade falsa, a inveja.

Ele quando dito por alguém é incapaz de ser falso, pois o carinho não é comprometedor.

Todos sentimos carinho por alguém e podemos dizer isso tão abertamente que se torna acolhedor pra quem escuta.

Demonstrar carinho ao próximo é ser generoso com nossos princípios, pois gestos de carinho engrandecem a alma e o coração.

E quanto mais praticamos atitudes de bem, mais sentimos vontade de praticar.

É como um vício que conforta e nos traz a motivação necessária pra nunca esquecer o valor de um gesto tão simples.

Não somente dar carinho, mas sentir essa reciprocidade é uma imensidão de sentimentos bons que vem chegando, chegando até conquistar nosso sorriso, nosso brilho nos olhos, nossos braços abertos, pois o carinho nos permite evoluir pra outros sentimentos.

Para muitos ele é o sentimento que basta, é o limite entre duas pessoas, para outros ele é a ponte que nos leva a um “elo” maior, seja ele qual for.

Ninguém sente carinho em vão, ninguém consegue ter um sentimento desse sem saber porque e pra que.

Existem pessoas que sentem tanto, que doam isso com tanta facilidade que é impossível não sentir também.

Com certeza já conhecemos pessoas assim ao longe da vida.

Aqueles anjos que aparecem e mudam tudo a seu redor.

Pessoas assim são realmente especiais, pois tem a sutileza de não esperar nada em troca.

Tudo o que querem é ver as pessoas bem e felizes.

Sorte de quem um dia conheceu ou conhece alguém assim.

Aprendam que no mundo de hoje onde o egocentrismo predomina, e ter como compartilhar carinho com sinceridade é privilégio de poucos.

O mundo está egoísta demais e tem pressa demais para que as pessoas tenham tempo de cultivar uma atitude como essa.

É uma pena que às vezes o carinho tenha que brigar por seu espaço dentro de uma sociedade mesquinha.

Seria tão bom ver as pessoas mais solidárias e mais humanas.

Cada vez mais estamos pagando um preço caro, por trazer essa deficiência de sentimentos por gerações e gerações.

Não se pode ensinar a ser carinhoso, mas pode sim com pequenos gestos tocar a consciência de alguém e a fazer perceber que o grande sentido da vida está em viver as emoções.

Crianças e adolescentes rebeldes estão cada vez mais perdidos, sem entender a importância dessa atitude.

Fazemos escolhas todos os dias e optar pelo gesto da doação seja ele qual for, nunca deixou ninguém mais pobre, pelo contrário enriqueceu o coração de alguém.

um ato de carinho

Não tenha medo de sentir carinho, se permita tocar ou ser tocado e entenderá o verdadeiro sentido da vida.

Nosso carinho deve ser distribuído e não guardado para uma única pessoa.

Deixe isso por conta de outros sentimentos.

Afinal para os corações puros a alegria está em compartilhar e se entregar.

Existem várias formas de demonstrá-lo, isso é o que menos importa.

Quem recebe não fará uma análise, mas com certeza vai te devolver muitos elogios e assim o carinho se propagou.

por: Juliana Paez

Veja também no Portal AVôVó:

A força de um abraço nos idosos

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *