Saúde Física

Transpiração excessiva na terceira idade!

Hiperidrose a transpiração nos idosos

A terceira idade sofre muito com a transpiração excessiva. Esse transtorno é conhecido como hiperidrose. Entenda o que é isso, as causas mais frequentes e remédios caseiros.

Todos as pessoas saudáveis possuem o processo de transpiração. O corpo fica quente – por qualquer motivo, normalmente movimentação intensa -, a transpiração entra em jogo para esfriar a temperatura corporal produzindo suor. No entanto, você pode apresentar um excesso de transpiração, casos não naturais, isso pode ser classificado como uma anomalia conhecida como hiperidrose.

Não estamos falando dos quentes, praticando exercícios físicos ou momentos em locais fechados com pouca ventilação. Estamos ressaltando o excesso sem motivos, mas como identificar? Além disso, devemos entender quais são as possibilidades para normalizar essa condição!

O que é a hiperidrose?

A transpiração nos idosos

Suar muito pode com todas as pessoas por diversos motivos, como genética e nível físico, mas isso não pode estar acontecendo com muita frequência. Caso a frequência seja excessiva, você pode estar sofrendo de hiperidrose.

Sabemos que existem dois tipos de hiperidrose – primária e secundária. A hiperidrose primária é uma condição médica que faz com que você suar até cinco vezes a quantidade necessária para controlar a temperatura corporal. Esse tipo em especifico geralmente afeta uma parte específica do seu corpo, como suas axilas, cabeça, pés ou mãos.

A hiperidrose secundária faz você suar excessivamente por todo o corpo. Geralmente é um efeito colateral de outra condição médica ou medicação. Vale ressaltar que o tipo secundário faz que as pessoas fiquem mais propensas a suar durante o sono.

Situações que podem causar o excesso de suor!

A primeira coisa é identificar que você está suando de maneira excessiva. Depois, junto ao médico especialista, é essencial descobrir a raiz do problema para encontrar a solução necessária. Veja algumas possibilidades de causa:

Condição Hereditária:

A hiperidrose primária é muitas vezes hereditária. Os médicos não têm certeza exatamente o que causa hiperidrose primária, mas evidências mostram que as pessoas são mais propensas a desenvolverem essa condição como herança familiar, começando a indicar os sintomas durante a puberdade. As vezes pode acontecer antes, na infância.

Certos medicamentos:

Vários tipos de medicamentos prescritos e de venda livre causam hiperidrose secundária e a transpiração excessiva é um efeito colateral comum de certos antidepressivos, incluindo Norpramin, Pamelor e Protriptyline. Pessoas que tomam pilocarpina para boca seca, suplementos de ferro ou suplementos de zinco também podem sofrer transpiração excessiva.

Diabetes:

O baixo nível de glicose no sangue é um fator para desencadear a transpiração excessiva. Nessa condição, o corpo produz mais norepinefrina e adrenalina, o que pode levar a uma transpiração intensa.

Hipertireoidismo:

Hiperidrose a transpiração nos idosos

Vamos entender. Essa condição ocorre quando a tiroide cria muito hormônios T4 e T3. Isso leva o corpo ao estado hipermetabólico, o que faz com que sua frequência cardíaca e pressão arterial se eleve e faça você suar mais.

Obesidade:

Pessoas obesas tem maior nível de gordura, por isso, como a gordura isola o corpo, eleva a temperatura do núcleo. Quando a temperatura do seu corpo é maior, o organismo evapora mais água para esfriar.

Outras condições:

menopausa, doença cardíaca e distúrbios da glândula adrenal. Além disso, como sempre falamos, marque uma consulta com o seu médico para entender os verdadeiros motivos da transpiração excessiva.

Possíveis soluções caseiras!

Sabemos que essa não é apenas uma questão de saúde, pois, como sabemos, o suor excessivo deixa marcas na roupa e expõe a pessoa em questão. Isso, sabendo que socialmente não é bem aceito, pode interferir na qualidade de vida, no trabalho, em casa e nos relacionamentos. Vale ressaltar que a hiperidrose primária não tem cura, mas algumas soluções podem minimizar os efeitos. Veja as opções caseiras que nós conhecemos:

Desodorantes:

O desodorante já muito utilizado para disfarçar o cheiro das axilas, mas aqueles que sofrem com suor excessivo podem utilizar um desodorante do gosto e Antitranspirantes. Esses produtos possuem sais de alumínio em sua fórmula que bloqueiam a passagem de suor para fora da pele. Aplicar à noite.

Seu corpo transpira menos à noite, de modo que o Antitranspirantes tem tempo para agir. A reaplicação pede que você lave e seque as axilas. Outro ponto, apare o excesso de pelos na axilas, pois pode aumentar o nível de transpiração.

Vinagre de cidra de maçã:

Oferece propriedades adstringentes que podem ajudar a controlar a transpiração. Ele ainda funciona como um Antitranspirantes, formando uma barreira na pele para garantir que os poros permaneçam fechados.

Bicarbonato de sódio:

a transpiração nos idosos

Uma substancia alcalina ajuda a equilibrar os ácidos no suor que estimulam as bactérias a prosperar. Basicamente, reduz o nível de pH em áreas do corpo que normalmente suam, contrariando esses ácidos e agindo como desodorante natural absorvendo odores. Com ele, você poderá criar um desodorante natural com ingredientes domésticos comuns, como bicarbonato de sódio, suco de limão e álcool.

Óleo de coco:

Se você sofre de suor geral, generalizado, use-o como um óleo de massagem, esfregando-o em seu corpo. Ou, você pode simplesmente massageá-lo em áreas afetadas, como sob seus braços e seus pés.

Sálvia:

Provou ser um remédio excepcional para curar transpiração excessiva, tomada em forma de chá ou pílula. Sálvia é um antibacteriano e antifúngico que ajuda a restringir o crescimento de bactérias que podem levar ao excesso de transpiração e suas folhas contêm ácido tânico, ajudando a reduzir as glândulas sudoríparas e reduzir a transpiração. Sempre em forma de chá.

Alimentação adequada:

Alimentos picante, cafeína, álcool e bebidas energéticas desencadeiam suas glândulas sudoríparas. Observe como seu corpo reage a certos alimentos, e evite alimentos desencadeantes que pioram o seu problema de transpiração, especialmente antes de um evento indutor de suor.

Outros alimentos podem aliviar o suor excessivo. Já falamos de alguns no texto, mas, como características gerais, todos que sejam leves, ricos em cálcio ou magnésio e cheios de água podem ajudar.

Veja também no Portal AVôvó:

Própolis e a sua função de remédio multiuso

AnteriorPróximo
O Avôvó é um portal colaborativo criado especialmente e inteiramente dedicado a um público cada vez mais conectado: a terceira idade. Aqui, não só o idoso se sente em casa. Nosso objetivo é também levar conteúdo relevante para familiares, amigos e profissionais que cuidam dessas gerações que chegam à melhor idade redefinindo conceitos e com cada vez mais interatividade e independência, mostrando que idade é só um número.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *