Segurança

Seguro de vida para idosos é mais caro? Por que?

Seguro de vida para idosos é mais caro? Por que?

Entenda como funciona o seguro de vida para idosos.

O seguro de vida não é um produto apenas para pessoas idosas.

Imprevistos podem acontecer com qualquer pessoa, em qualquer momento.

Mas é a partir de uma idade mais avançada que as pessoas costumam se preocupar com isso.

A preocupação principal é assegurar maior garantia financeira aos seus familiares, no caso de falecimento ou invalidez.

Porém, muitas pessoas têm dúvidas sobre como um idoso pode contratar um seguro de vida.

Veja as principais dúvidas e respostas em relação ao seguro de vida para idosos:

Até qual idade posso adquirir um seguro de vida?

Resultado de imagem para seguro de vida para os idoso

É considerado idoso a pessoa a partir de 60 anos de idade.

Com essa idade algumas seguradoras podem não aceitar mais a pessoa como segurado.

Já outras aceitam pessoas com até 65 anos de idade para fazer o seguro de vida.

Assim, é preciso pesquisar muito e encontrar uma instituição que permita a sua adesão se você passou dos 60 anos.

Seguro de vida para idosos é mais caro? Por que?

Resultado de imagem para seguro de vida para os idoso

O seguro de vida para idosos costumam mesmo ser mais caros – isso porque uma pessoa com idade avançada geralmente tem uma expectativa menor de vida, o que pode acarretar prejuízos para a empresa seguradora.

Idosos têm mais chances de invalidez e até mesmo de falecimento, portanto, uma pessoa com 40 anos, por exemplo, pagará uma mensalidade de seguro de vida menor do que um segurado que tem 60 anos.

Aqui, no caso, também vale pesquisar para encontrar as melhores condições para seguro de vida para idosos.

Porém, esse aumento na mensalidade tem limite.

De acordo com a ANS (Agência Nacional de Saúde) os planos para idosos não podem custar mais do que 6 vezes a mais do que custa para pessoas não idosas.

Caso encontre uma seguradora que descumpra essa lei, não exite em fazer uma denúncia à ANS.

Quais coberturas podem ser inseridas no contrato?

Resultado de imagem para seguro de vida para os idoso

As coberturas incluídas em um contrato de seguro de vida – mesmo para idosos – varia muito de acordo com o plano.

Geralmente, a cobertura principal é o pagamento de uma indenização, cujo valor custa em contrato, aos familiares do segurado falecido.

Também tem seguros de vida que oferecem premiações em dinheiro no caso de invalidez, em situações que não permitem ao segurado voltar ao trabalho.

Outros planos oferecem também serviços funerários, cobertura para casos de doenças graves e outros benefícios.

Aqui também vale pesquisar custo x benefícios dos planos existem no mercado para fazer aquele que mais se adequa às suas necessidades e condições.

A seguradora tem direito de recusar a entrada de uma pessoa?

Resultado de imagem para seguro de vida para os idoso

Essa é uma questão multifacetada e não há unanimidade sobre tal fato.

A maioria das seguradoras, porém, recusa possíveis clientes que tenham problemas sérios de saúde ou que apresentem outras situações consideradas de risco.

O fator idade também é outro ponto que pode fazer a seguradora recusar um cliente, como pessoas com mais de 60 ou 65 anos.

Vale ressaltar, porém que a ANS e a Susep (Superintendência de Seguros privados) costumam recusar clientes – o que já coube processo por tal conduta.

Se você está sentindo dificuldade para fechar um contrato de seguro de vida, vale consultar os órgãos competentes para saber se a procedência dessas negações é legal.

Caso não seja, a seguradora envolvida terá de rever suas respostas negativas ao segurado.

A seguradora pode impor restrições na hora que o seguro de vida é acionado?

Resultado de imagem para seguro de vida para os idoso

Sim, pois parte-se do princípio que o segurado responda, no momento da aquisição do produto, as perguntas com veracidade.

Doenças preexistentes não declaradas, atividades consideradas de risco não informadas são fatores que podem causar transtorno na hora de acionar o seguro de vido.

Portanto, sob hipótese alguma passe a seguradora informações errôneas ou esconda dados.

É melhor não contar com alguns tipos de cobertura do que ter transtornos futuramente.

A seguir você confere quais os motivos mais usuais da exclusão por parte das empresas seguradoras:

  • sequelas e doenças não informadas na proposta do seguro de vida. Porém, o segurado pode comprovar que desconhecia tais fatos;
  • segurados que cometem suicídio durante o período de carência do seguro de vida. Normalmente os seguros de vida garantem as coberturas previstas em contrato após 24 meses da assinatura do contrato;
  • LER (Lesões por esforços repetitivos), doenças osteo musculares ocasionadas por trabalho, traumas continuados, entre outras situações;
  • intoxicação medicamentosa ou alimentar. Porém, pode ser excluída a hipótese dessas intoxicações caso as medicações tenham sido prescritas por um profissional médico.

E no inventário?

O seguro de vida entra?

Não.

O objetivo do seguro de vida é exatamente garantir maior tranquilidade financeira aos familiares do segurado falecido.

Assim, a indenização é paga aos beneficiários do segurado, sem entrar no inventário.

O prêmio do seguro também não pode ser usado de forma compulsória para quitar eventuais débitos que a pessoa falecida tenha deixado em aberto.

Assim que os beneficiários apresentarem a documentação necessária do segurado falecido, a seguradora tem o prazo máximo de 30 dias para indenizar.

Após a apresentação dos documentos por parte dos familiares, é calculado um prazo de cerca de 30 dias para o pagamento da indenização às pessoas envolvidas.

Quais são as pessoas que recebem o prêmio do seguro de vida?

Resultado de imagem para seguro de vida para os idoso

O segurado tem a opção de indicar como beneficiário qualquer pessoa que desejar.

No caso de não haver beneficiários pré-existentes, o cônjuge recebe metade do prêmio e o restante é dividido entre os herdeiros do segurado falecido.

Caso o usuário indique beneficiários, a indenização é paga diretamente a tais pessoas.

E o pagamento do benefício, como é feito?

Imagem relacionada

A primeira atitude a se tomar no caso do falecimento do segurado é acionar a asseguradora.

A empresa de seguros pedirá uma série de documentos.

Depois de entregue, o valor da indenização deve ser paga aos beneficiários por depósito no prazo de 30 dias a contar entrega da documentação.

Encontre a melhor opção

Se você já está em uma idade avançada, não espere ter mais de 60 anos para contratar um plano de seguro de vida.

Pesquise e analise as opções do mercado e faça a melhor escolha, que mais se adeque a você e seus familiares.

Garanta a sua tranquilidade e de seus dependentes!

fonte: juros baixos

Qual a importância de se ter um seguro residencial para os idosos? Clique aqui e saiba

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *