Cabelos, Saúde Física

Queda de cabelos, veja quais remédios são mais eficazes

remédios ideais para queda de cabelos

Remédios para queda de cabelos: 30% das mulheres sofrerão com a perda acentuada de fios até os 50 anos de idade.

Todo mundo perde diariamente entre 50 e 70 fios de cabelo, principalmente durante o sono, por causa da fricção no travesseiro, e na hora de lavar e pentear.

De acordo com os dermatologistas, essa perda é natural e muito comum.

O problema é quando essa queda se acentua, ultrapassando mais de 200 fios, e o cabelo começa a ficar mais curto, fino, frágil e com perda de cor.

É quando a calvície se instala e os novos fios deixam de compensar as perdas.

Ligada principalmente à genética, a calvície também está relacionada a diversos outros fatores como distúrbios hormonais e emocionais.

As consequências são alterações no folículo piloso que, ao provocarem destruição da matriz capilar, resultam na alopecia permanente.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, 80% dos homens terão manifestado o problema até atingir 70 anos, assim como 30% das mulheres o terão até os 50 anos de idade.

Embora não tão comum entre elas, o tratamento da calvície feminina é ainda mais difícil já que a falta de cabelo nas mulheres só é notada quando 30% dos fios já caíram.

— Depois de perdidos, os fios não nascem novamente, assim como nos homens.

E é importante ficar atenta: a perda de mais de cem fios de cabelos por dia é o primeiro sinal de que algo está errado — alerta a dermatologista Helua Mussa.

Xô careca

Resultado de imagem para queda de cabelos em idosos

Dar adeus à queda dos fios pode não ser tão fácil, mas é possível.

Sem cura, a calvície ou alopecia androgenética (AAG), que acomete tanto homens como mulheres, é progressiva, e o quanto antes a pessoa perceber o problema e procurar um médico maiores são as chances de controlar o processo.

— Só existem duas formas de tentar bloquear a miniaturização dos fios e propiciar o crescimento de novos: medicamentos e cirurgia.

Mas antes de recorrer aos micro transplantes capilares, é mais indicado optar por substâncias que, além de mais baratas, são eficientes no combate à progressão da calvície — aconselha a dermatologista.

A base do tratamento médico é a redução do DHT e a proteção dos receptores androgenético contra a sua ação.

Normalmente os benefícios obtidos são na redução da velocidade de instalação da AAG e sempre após 6 a 8 meses de uso contínuo.

Não existe um tratamento pontual, em curto prazo.

— O paciente precisa compreender que o tratamento deve ser contínuo entre os 16 e 50 anos de idade, pois é neste período em que este processo de miniaturização ocorre, sendo que as agressões entre 25 e 35 anos são as mais fortes — alerta Helua.

A medicação, no entanto, varia de paciente para paciente, das suas características clínicas e pessoais.

Por isso é importante sempre consultar um médico.

É ele quem vai diagnosticar a causa da calvície e o tratamento mais indicado.

Saiba quais são as principais substâncias que ajudam a fortalecer os fios e auxiliam na redução da queda dos cabelos:

Resultado de imagem para queda de cabelos em idosos

Zymo HSOR

Novidade no mercado brasileiro, o Zymo é um complexo enzimático de origem biotecnológica que atua no combate à queda de cabelos causada pela alopecia androgenética (AAG) feminina e masculina.

Ele tem a propriedade de degradar a DHT no folículo pilosebáceo permitindo que o cabelo cresça novamente e receba menor agressão no processo da calvície.

O uso pode ser complementado pelo Zymo Hair Xampu Enzimático antes da aplicação. Segundo estudo, aumenta em 73% o numero de fios após 6 meses de tratamento.

Minoxidil

Age melhorando a circulação no couro cabeludo e consequentemente retardando a queda do cabelo.

Isoladamente os resultados são limitados. Não há recuperação total dos fios, mas reduz a perda de cabelos.

Finasterida

Utilizado na forma oral ou tópica.

Atua bloqueando a ação da DHT sobre os receptores dos bulbos capilares dos fios predispostos à calvície.

Funciona bem para as áreas do meio e da coroa, não atuando do mesmo modo para a frente e entradas.

Os resultados podem ser observados após 6 ou 8 meses de tratamento.

17 Alfa Estradiol

Solução capilar indicada nos casos de diminuição da fase anágena no ciclo de desenvolvimento capilar na alopecia leve a moderada, em homens e mulheres (queda de cabelos por fatores hormonais).

Estudos clínicos mostraram um aumento na proporção de fios na região frontal, mostrando-se eficaz em aproximadamente 85% dos pacientes.

Fitoterápicos

Ervas e plantas medicinais também têm sido utilizadas para combater a queda de cabelo ou calvície.

O alecrim é uma das plantas medicinais mais utilizadas em xampus, condicionadores e cremes para cabelo que auxiliam no tratamento da caspa, retardamento do aparecimento de cabelos grisalhos e na prevenção da queda de cabelo.

Já o gingko biloba tem sido indicado por médicos pela eficácia em restaurar o funcionamento do sistema circulatório e melhorar o fluxo sanguíneo, fatores importantes na perda de cabelo.

Vitaminas

O fator chave para o crescimento do cabelo é uma dieta rica em vitaminas.

Todas contribuem para a melhoria dos fios, mas algumas são fundamentais na restauração do folículo, como a vitamina B, uma das melhores para o crescimento do cabelo;

a vitamina A, que se não for fornecida nas quantidades adequadas ao corpo, leva à perda de cabelo;

e a vitamina E, que ajuda na melhoria da textura dos fios.

Minerais

A falta de minerais como silício e zinco enfraquece não só o cabelo mas unhas e pele, por exemplo.

Para ajuda a evitar e prevenir a queda de cabelo, é importante comer ostras, fígado, leite e farelo de trigo.

O zinco tem ação principalmente quando os pacientes são idosos, e os seus cabelos vão ficando finos e frágeis.

Xampu de Cetoconazol

Antifúngico usado topicamente no couro cabeludo para diminuir a população de fungos, o excesso de oleosidade (o sebo é rico em DHT) e alguns estudos mostram que ele também inibe os níveis de DHT.

A aplicação deve ser feita de duas a quatro vezes por semana.

Gel FF

Inibe a produção de DHT.

O gel transdérmico permite a atuação apenas no couro cabeludo, sem absorção sistêmica.

Revivogen

A fórmula contém ingredientes naturais que reduzem a produção local de DHT, bloqueiam os receptores androgênicos e estimulam o crescimento capilar. Deve ser aplicado diariamente.

Auxina Tricógena

É um extrato hidroalcoólico obtido da tussilagem (Tussilago farfara), milefólio (Achillea millefolium) e quina (Cinchona officinallis), com ação tônica e nutriente para o bulbo capilar.

É usada no tratamento da alopecia, prevenção da queda dos cabelos e em alterações do crescimento da barba.

Também é usada como estimulante do crescimento dos cílios.

Bioenergizer Ativo marinho obtido das algas vermelhas Laminaria digitata, com tonificante e fortalecedora dos cabelos.

Melhora a irrigação sanguínea no couro cabeludo e as trocas intercelulares, fortalecendo a raiz e os fios de cabelo, acelerando seu crescimento.

In vivo, aumentou a quantidade dos fios de cabelo (+10%) e sua taxa de crescimento (+27%).

Follicusan

Anti-queda (testado in vitro).

Normaliza o ciclo do crescimento capilar.

Previne desordens funcionais do couro cabeludo, normaliza a secreção sebácea, evitando a formação da caspa.

Hair Active

Estimula a renovação celular e a microcirculação (ação vasodilatadora devido à vitamina PP).

Possibilita uma melhor penetração de nutrientes na papila do folículo.

Cafeína

É um estimulante do crescimento do folículo capilar, aumento os queratinócitos, de acordo com a pesquisa do professor Peter Elsner, do Departamento de Dermatologia da Universidade de Jena, na Alemanha.

L-Carnitina

É responsável pela manutenção do metabolismo energético em todas as células do organismo.

Transporta ácidos graxos através das membranas celulares até as mitocôndrias, onde ocorre a beta-oxidação (queima) para serem transformados em energia.

Estimula o crescimento capilar do couro cabeludo humano através da redução da apoptose e aumento da proliferação dos queratinócitos da matriz capilar.

Também aumenta a resistência física (energia), contribui para o equilíbrio dos triglicérides e ajuda na defesa do sistema imunológico.

fonte: clicrbs

Saiba sobre o Pantogar, um remédio que revolucionou o mercado. Será que funciona mesmo? Clique aqui para saber mais.

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *