Receitas Doces

Pudim de mandioca com coco, divino e fácil de preparar

pudim de mandioca para terceira idade

Vamos conhecer e saber um pouco sobre a mandioca:

In natura

A mandioca-doce (também chamada macaxeira ou aipim) pode ser consumida diretamente, bastando descascá-la e cozinhá-la, podendo ser frita ou não após o cozimento.

Serve como acompanhamento, como tira-gosto ou como alimento matinal.

Também entra na composição do tradicional bolinho de aipim brasileiro, do nhoque de aipim, do bobó de camarão típico do estado brasileiro da Bahia e do bolo de aipim.

Farinha de mandioca

É a farinha produzida pela ralação do tubérculo da mandioca-brava ou da mandioca-doce descascada, prensagem, peneiração e torra.

A variedade chamada “farinha d´água” inclui uma etapa preliminar à ralação: a mandioca é deixada de molho em água (geralmente, dentro de um pote, em um rio) por alguns dias, até fermentar e a casca se soltar.

A farinha d´água é amarela e com grãos maiores que a farinha de mandioca convencional.

A mandioca fermentada, após ser ralada e prensada, recebe o nome de “puba” e pode ser utilizada para se fazer mingaus e bolos.

Originária da América do Sul, a mandioca constitui um dos principais alimentos energéticos para mais de 700 milhões de pessoas, principalmente nos países em desenvolvimento.

Mais de 100 países produzem mandioca, sendo que o Brasil participa com 10% da produção mundial (é o segundo maior produtor do mundo).

De fácil adaptação, a mandioca é cultivada em todos os estados brasileiros, situando-se entre os oito primeiros produtos agrícolas do país, em termos de área cultivada, e o sexto em valor de produção.

Modo de preparo:

Preparo: 15 minutos

Cozimento: 35 minutos

Tempo adicional: 2 horas esfriando

Pronto em: 2 horas e 50 minutos

  • Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até virar uma massa homogênea.
  • Faça o caramelo, levando ao fogo uma xícara de açúcar.
  • Quando estiver dourado, junte a água e mexa até formar a calda.
  • Caramelize uma forma com orifício central e coloque a massa.
  • Leve para assar em banho-maria, em forno preaquecido médio, por cerca de 35 minutos.
  • Desenforme o pudim depois de frio e mantenha na geladeira até a hora de servir.

Veja também no Portal AVôVó:

Deliciosa torta de banana que não precisa de forno

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *