Finanças

Planejar faz parte para você viver bem

Planejar faz parte para o idoso viver bem
Planejar faz parte para você viver bem.

Planejar ao longo da vida, é comum: a gravidez, imaginar o futuro dos filhos, mas quando os parentes que estão envelhecendo entram em questão, nem sempre há planejamento.

Estamos falando dos pais, irmãos mais velhos, tios ou outros parentes que sejam muito próximos a nós.

De forma geral, como a família encara o envelhecimento dessas pessoas e o que é feito para evitar complicações em caso de doenças?

As tomadas de decisão e providências, em via de regra, acontecem somente quando o problema já existe.

Isto pode acarretar em gastos muito maiores do que o esperado e perda de qualidade de vida tanto dos parentes quanto dos familiares mais próximos.

Por mais que não sejamos capazes de antever tudo que pode acontecer, existem alguma providências que podem ser tomadas para evitar que a família fique em maus lençóis.

Documentação em dia

Para tratar de questões mais práticas, oriente seu parente mais velho a manter a vida financeira em dia.

Procure saber como ele (a) vem administrando as despesas relativas a saúde.

Se a aposentadoria e outras fontes de renda têm sido suficientes para bancar os tratamentos de saúde e como essa pessoa organiza a vida financeira.

Não interpretem mal!

Não é questão de ser bisbilhoteira, mas ter a certeza de que essa pessoa mantém a vida financeira em ordem.

Ou pelo menos conhecer um pouco sobre os custos que ela tem com saúde são coisas que facilitam a tomada de decisão, em caso deste parente ficar doente e precisar de alguém para administrar as despesas médicas e planejar o processo financeiro.

Planejar faz parte para você viver bem

Cuidados para garantir a segurança em casas com idosos - Casa e ...

Plano de saúde

Caso seus parentes mais idosos não possuam plano de saúde – por ser mais caro, muita gente se vê sem condições de pagar.

Vale reunir a família e estabelecer um compromisso para que cada um responsabilize-se por parte da despesa.

Realmente não é algo barato, mas pior ainda é precisar contar com assistência e não ter garantia de bom atendimento.

Infelizmente é difícil contar com Sistema Único de Saúde (SUS).

Além das longas filas em hospitais e postos de atendimento, a espera por uma cirurgia pode demorar meses.

Vale a pena fazer uma boa pesquisa de preços e coberturas dos planos de saúde e tratar deste assunto com a família inteira.

Vocês e seus irmãos podem criar um fundo de emergência coletivo, por exemplo, com o intuito de reservar dinheiro para cuidar da saúde de seus pais.

Planejar faz parte para você viver bem

Professional workers not expected to retire until over 65-years ...

Moradia

O apego com a residência  é palco de histórias memoráveis envolvendo vários familiares.

Muitas vezes acabam sendo o principal motivo de resistência de nossos parentes mais velhos em vender o imóvel e mudar para outro menor ou mais prático.

A questão é que este apego pode custar muito caro.

Escadas, trabalho para manutenção do espaço e da limpeza, tudo isso contribui para piorar a qualidade de vida das pessoas mais idosas.

Se não for possível pagar funcionários para manter a casa em ordem e criar opções seguras de acessibilidade.

O melhor é convencer seu parente a mudar-se para outro imóvel, onde a vida seja mais prática e agradável.

Veja também no Portal AVôVó:

planejamento financeiro na terceira idade

Idosos ativos investem em planejamento para ter autonomia

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *