Dicas de Alimentação, Receitas Salgadas

Pistache o campeão entre as oleaginosas

pistache para os idosos

Pistache o campeão entre as oleaginosas.

Ele até passa meio despercebido no supermercado, mas o pistache é o “campeão” entre as oleaginosas.

Veja os motivos pelos quais você deveria consumi-lo!

Menos popular do que outras oleaginosas como a castanha e as nozes, o pistache é uma semente que pode fazer toda a diferença na saúde de quem o consome!

Além de ser ingerido torrado e salgado, ele também é usado no preparo de sorvetes, saladas, chocolates, pudins e outros pratos doces.

Mas vale lembrar: a indústria alimentícia costuma acrescentar sal a estes produtos, que são vendidos como aperitivos.

Então, na hora da compra, é importante ler os rótulos com atenção e escolher as versões com casca, sem sinais de mofo, umidade e outros danos.

Isso diminui os perigos de uma contaminação por fungos.

Sem mais delongas, confira cinco benefícios e propriedades do pistache!

A forte presença de carotenoides, como a luteína e a zeaxantina, ajudam para que o pistache proteja a saúde dos olhos, já que combate os radicais livres e a radiação ultravioleta .

(Foto: Shutterstock)

Pistache o campeão entre as oleaginosas

O pistache tem menos calorias por unidade do que qualquer outra oleaginosa – entre 3 e 4.

Outra notícia é que, segundo estudos, se você comprar a versão com casca, que o obrigará a ter um pouco de paciência para descascá-la, comerá a semente com a devida moderação

 

(Foto: iStock/Getty Images)

É excelente fonte de fibras e ácidos graxos, que comprovadamente auxiliam na regulação intestinal e na redução do colesterol ruim – o LDL

 

(Foto: Pixabay)

Por conter uma alta quantidade de potássio, o pistache ajuda a reduzir o famoso hormônio do estresse, o cortisol.

Isso sem falar que, para os homens, o consumo regular traz benefícios afrodisíacos – pode ser útil para impulsionar a função erétil e a circulação sanguínea

(Foto: Pixabay)

Por fim, a concentração de vitamina B6 nas sementes de pistache favorece os neurotransmissores, o que preserva os nervos e suas ações de forma individual.

fonte: sport life

Veja também no Portal AVôVó:

Azeitona, parece tudo igual mas, não é !

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *