Receitas Doces

Pastel de Santa Clara – Tradição da culinária portuguesa

Pastel de Santa Clara – Tradição da culinária portuguesa.

O pastel de Santa Clara é um doce ainda pouco conhecido dos brasileiros, mas muito famoso em Portugal.

Originário do convento de mesmo nome, é um dos doces conventuais mais conhecidos.

A história conta que, em tempos de crise econômica, as freiras começaram a vendê-los aos estudantes da Universidade de Coimbra.

A partir daí, essa delícia se popularizou em todo o país e fora dele.

Que tal conhecer a história do pastel de Santa Clara e até arriscar o preparo dessa receita em casa?

Como surgiu o pastel de Santa Clara português

O pastel teve origem em meados do século XVI, no convento que leva esse mesmo nome, em Coimbra.

Conta-se que, naquela época, os ovos eram utilizados para engomar os tecidos. Como sobravam muitas gemas, as freiras criaram diversas receitas.

Uma delas é o pastel de Santa Clara, que se popularizou no país e atravessou fronteiras, chegando, inclusive, ao Brasil.

Como fazer o pastel de Santa Clara

Que tal preparar uma receita de pastel de Santa Clara?

Essa delícia é relativamente fácil de fazer e trará Portugal para a sua mesa!

Recheio:

–  250 g de açúcar cristal;
–  ½ xícara (chá) de água gelada (100 ml);
–  100 g de amêndoas sem pele trituradas;
–  9 gemas peneiradas e batidas ligeiramente.

Pastel:

–  250 g de farinha de trigo;
–  100 g de manteiga em temperatura ambiente;
–  1 pitada de sal;
–  Açúcar de confeiteiro para polvilhar.

Modo de preparo do recheio:

–   Misture o açúcar com a água em uma panela e leve ao fogo médio, sem mexer, até formar uma calda espessa (uns 20 minutos).

–   Retire do fogo, adicione a amêndoa e, mexendo vigorosamente para não talhar, junte a gema levemente batida.

–   Leve de volta ao fogo e, sem parar de mexer, cozinhe até aparecer o fundo da panela.

–   Deixe esfriar.

Modo de preparo do pastel:

–   Misture a farinha com a manteiga, o sal e 3 colheres (sopa) de água e amasse até desgrudar das mãos (se necessário, pingue mais água).

–   Estenda a massa com o rolo em superfície enfarinhada até ficar bem fina e depois estique-a com as mãos fechadas até ficar transparente.

–   Corte discos com cortador ou a boca de um copo, recheie com o creme de gema e modele no formato tradicional ou como pastel (pincele a borda com água para fechar bem).

–   Disponha em assadeira e leve ao forno médio preaquecido (180 ºC) por cerca de 20 minutos ou até dourarem.

–   Retire do forno, polvilhe açúcar de confeiteiro e deixe esfriar.

Fonte: Blog Horizon Portugal

Veja também no Portal AVôVó:

Massa de pastel caseiro, mãos à obra e mãos na massa

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *