Saúde Física

Pâncreas e a importância deste órgão na terceira idade

Pâncreas e a importância deste órgão na terceira idade

Muitas pessoas sabem da existência do órgão, mas não tem nenhum conhecimento sobre ele e a importância para o nosso organismo.

As principais doenças do pâncreas são a pancreatite e o câncer.

Além disso, tais doenças estão relacionadas ao diabetes.

Sua avaliação é feita através de exames laboratoriais (amilase) e pela tomografia computadorizada e pela ressonância nuclear magnética.

pancreatite é a inflamação do pâncreas.

Em geral está relacionada ao alcoolismo e a doenças de vias biliares e pode também ocorrer devido ao uso de determinados medicamentos, como diuréticos.

Na forma aguda pode ter evolução grave, levando ao estado de choque e à morte.

Na forma crônica o quadro é benigno.

A doença ocorre em qualquer idade, sendo mais grave na terceira idade.

Caracteristicamente se manifesta com dores abdominais intensas, com irradiação para as costas.

Há náuseas e vômitos.

Freqüentemente há hipotensão arterial e falta de ar.

O diagnóstico é clínico, associado a exames laboratoriais (dosagem da amilase no sangue).

Pâncreas e a importância deste órgão na terceira idade

Resultado de imagem para pâncreas

Suas principais complicações são a formação de pseudocisto e abscesso no pâncreas.

Pode levar a graves distúrbios cardiovasculares e renais. Pode levar ao diabetes.

O tratamento em geral é clínico, sendo que nas formas agudas em geral há necessidade de cuidados intensivos.

No pseudocisto de pâncreas e no abcesso o tratamento é cirúrgico.

câncer de pâncreas é um tipo de câncer que atinge, em sua maioria, idosos (de 70 a 80 anos) principalmente do sexo masculino.

Tal doença é grave e com alta mortalidade.

Está relacionada com tabagismo, consumo de carne e de gordura animal.

Pode levar a tromboflebite, ao diabetes e a distúrbios psiquiátricos.

Manifesta-se com cólicas abdominais, icterícia, perda de peso, diarreia e fraqueza.

A ultra-sonografia abdominal e a tomografia computadorizada são exames fundamentais para o diagnóstico.

O tratamento em geral combina a cirurgia com radioterapia e quimioterapia.

fonte: boa saúde

Você tem o intestino solto? Veja uma dieta aqui

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *