Suplementos

Ômega 3 e os benefícios para a saúde

ômega 3

O Ômega 3 é um tipo de gordura poli-insaturada, muito benéfica ao organismo. É essencial, ou seja, o corpo não consegue produzi-la, devendo ser obtida por meio da alimentação ou de suplementos especializados. As gorduras são importantes fontes de energia, conferem sabor aos alimentos e são primordiais para a absorção, no intestino, das vitaminas lipossolúveis (vitamina A, vitamina D, vitamina E e vitamina K), e não devem ser excluídas da dieta.

Para que serve ômega 3?

Os benefícios para o organismo são muitos, já comprovados por pesquisas científicas:

ômega 3

  • Tem ação anti-inflamatória.
  • Fortalece o sistema imunológico.
  • Contribui para uma pele saudável.
  • Auxilia no controle da pressão arterial.
  • Possui efeito antitrombótico, ou seja, inibe a agregação plaquetária, além de estimular a vasodilatação.
  • Promove a saúde cardiovascular.
  • Protege a retina.
  • Melhora o desempenho cognitivo.
  • Auxilia no tratamento da depressão.
  • Ajuda a reduzir os níveis de colesterol e triglicérides no sangue.

Além disso, a partir do consumo, ocorre no organismo a biossíntese dos ácidos graxos EPA (eicosapentaenoico) e DHA (docosahexaenóico) que, apesar de apresentarem estruturas semelhantes, exercem funções bem diferentes e importantes no organismo. O EPA está relacionado, principalmente, com a saúde cardiovascular, enquanto que o DHA é considerado fundamental para o desenvolvimento do sistema visual e cerebral, além de estar associado à saúde materno-infantil.

Ômega 3 emagrece?

ômega 3

Considerando-se o papel anti-inflamatório, ele pode sim ser um auxiliar na perda de peso. Entretanto, seu consumo da forma de suplemento não deve exceder a recomendação diária, já que pode levar a sangramentos e até ao ganho de peso, uma vez que se trata de uma gordura.

Alimentos ricos em Ômega 3

As principais fontes de Ômega 3 são os peixes de águas profundas e geladas, como a sardinha, o arenque, o salmão e o atum. Além deles, as algas marinhas, as sementes de linhaça e de chia e as nozes são as melhores fontes vegetais. Há também alimentos industrializados enriquecidos com ômega 3, mas em quantidades muito pequenas.

Existem ainda as cápsulas de ômega 3, usadas como suplementação quando a ingestão via dieta não é suficiente, que devem ser consumidas apenas sob orientação de um médico ou nutricionista.

Contraindicações

ômega 3

Os suplementos de ômega 3 devem ser consumidos com moderação por pessoas com problemas de coagulação ou que usam medicamentos anticoagulantes, já que, por reduzir agregação plaquetária, o ômega 3 pode causar sangramento.

fonte: natue

Veja também no Portal AVôVó:

Óleo de fígado de bacalhau. Suas vantagens e benefícios

 

 

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *