Estética & Beleza, Saúde Física

Óleo de copaíba, o óleo da vida.

copaíba o óleo da vida

Já imaginou um óleo capaz de ajudar desde a hidratação da pele até o alívio de dores musculares?

Se para muita gente o óleo de copaíba ainda é pouco conhecido, nem de longe tão popular quanto o óleo de coco ou de melaleuca, para outros ele é quase uma tradição familiar.

Graças à proximidade com as copaibeiras, árvores típicas da Amazônia, os povos originários da região, por exemplo, já utilizam o óleo para fins medicinais há diversas gerações.
Então, o que mudou para justificar o interesse renovado nele?

A resposta é uma boa notícia: cada vez mais a ciência vem provando suas propriedades. E olha que elas não são poucas!

Pesquisas conduzidas pelo Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro mostram que o óleo de copaíba é usado como medicamento auxiliar em males que vão de doenças sexualmente transmissíveis – como sífilis e gonorreia – a problemas de pele, passando por sinusite e outros problemas das vias respiratórias.

Um verdadeiro milagre em forma de óleo, não?

Mas calma, antes de começar a usá-lo como se não houvesse amanhã, vale ressaltar que, justamente por suas propriedades medicinais, ele deve ser usado com cautela. “Todo óleo essencial deve ser usado com orientação de algum profissional especializado”, diz a naturóloga Carolina Buzolin, da clínica Ayni Saúde Integrada, em São Paulo.

Ela também nos ajudou a montar um guia rápido com alguns dos principais benefícios conhecidos do óleo e seus usos. Fique por dentro e converse com seu médico!

5 Benefícios do óleo de copaíba para a saúde e para a beleza

Como dito anteriormente, não é de hoje que se fala das propriedades desse óleo extraído dos canais secretores das copaibeiras. Embora a maior parte de suas propriedades ainda necessite de maiores estudos para conseguir comprovação científica, pesquisas recentes e especialistas destacam os benefícios a seguir:

1. Ele ajuda a aliviar o reumatismo

Responsável por 95% da produção mundial de óleo de copaíba, o Brasil tem visto seu consumo aumentar exponencialmente principalmente graças a este benefício. É que o óleo essencial de copaíba tem se mostrado um bom aliado no tratamento do reumatismo, termo médico que engloba várias doenças de articulações, músculos, ligamentos e tendões.

Como atualmente a maior parte dos tratamentos é feita com substâncias agressivas, como a cortisona, o que a medicina natural propõe é o uso do óleo para menos efeitos colaterais, e ele vem apresentando bons resultados nesse sentido. É o caso, por exemplo, de uma pesquisa da Universidade Federal de Sergipe, que comprovou sua eficácia no tratamento de tendinites.

Por ora, o recomendado é fazer somente o uso externo do produto, utilizando-o diluído em massagens ou em compressas nas áreas doloridas.

2. É um bom antisséptico e anti-inflamatório

Antes mesmo de qualquer estudo, já dizia o conhecimento popular na região da Amazônia que, para tratar dor de garganta, era só passar uma gaze embebida em óleo de copaíba na garganta durante três dias. O que a ciência vem descobrindo é que isso tem lá sua razão de ser.

Isso porque o óleo de copaíba contém grandes quantidades de diterpenos e sesquiterpenos, substâncias com ação anti-inflamatória, analgésica e antisséptica comprovadas.

3. Tem função cicatrizante

Dizem os historiadores que os povos originários latino-americanos se deram conta dessa propriedade do óleo de copaíba ao perceber como animais feridos se esfregavam no tronco das copaibeiras. A partir daí, o óleo de copaíba passou a ser usado por eles nas feridas de batalhas.

Mais uma vez, eles não estavam errados. Estudos recentes mostram que devido aos diterpenos presentes em sua composição, o óleo de copaíba acelera a cicatrização de feridas na pele, o que auxilia, inclusive, no tratamento de doenças de pele como dermatite, psoríase, entre outras.

4. É um excelente hidratante para pele e cabelos

Acumulando as funções de anti-inflamatório, antisséptico, antimicrobiano, antibacteriano e cicatrizante, não é de se espantar que o óleo de copaíba seja uma boa pedida de hidratante.

Graças à sua propriedade cicatrizante, ele ajuda no tratamento de peles acneicas, assim como auxilia na recuperação de couros cabeludos com problemas como micoses, caspa e seborreia. Vale ressaltar, no entanto, que por serem altamente concentrados, óleos essenciais nunca devem ser aplicados diretamente na pele.

5. Estudos mostram que ele pode vir a auxiliar no tratamento do câncer

Ainda faltam estudos detalhados e toxicológicos sobre o assunto, mas uma pesquisa preliminar conduzida pelo Instituto de Química e pelo Instituto de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas da UNICAMP apresentou resultados importantes do óleo de copaíba no tratamento de nove tipos de câncer, incluindo o câncer de mama.

Durante o estudo, os pesquisadores observaram a inibição ou morte das células doentes a partir do uso do óleo de copaíba e do breu de pinheiro.

No entanto, Carolina ressalta que o estudo foi feito com componentes isolados do óleo de copaíba e não com ele em si. “No óleo essencial usamos todas a propriedades sem isolar”, diz.

De todo modo, motivos não faltam para começar a usar o óleo de copaíba e usufruir de suas vantagens!

Como usar o óleo de copaíba

Agora que você já conhece seus principais benefícios, chegou a hora de conhecer formas de utilizá-lo no dia a dia, de preferência com acompanhamento ou orientação médica.

Como regra geral, porém, a naturóloga Carolina Buzolin reforça que ele nunca deve ser usado por gestantes até o terceiro mês de gravidez.

Abaixo, algumas receitas que ela nos passou:

1. Como aromatizador

De acordo com a aromaterapia, o aroma amadeirado do óleo de copaíba auxilia na redução de estresse e da ansiedade, proporcionando estabilidade emocional.

A medicina natural também acredita que ele pode auxiliar nos casos de dor de cabeça.Recomendação: Aproximadamente 9 gotas do óleo de copaíba em difusor de aroma de cerâmica.

2. Como óleo de massagem

Devido ao poder anti-inflamatório do óleo de copaíba, massagens com ele são ideais para os casos de dores musculares.

Recomendação: De 25 a 50 gotas de óleo de copaíba em 100ml de óleo vegetal.

3. Como hidratante para rosto e cabelos

Recomendação: 1 colher de sopa de óleo vegetal com 01 gota do óleo essencial de copaíba para o rosto, ou 5 gotas de óleo essencial para o cabelo.

4. Em compressas

Assim como o óleo de massagem, as compressas são indicadas para dores localizadas no corpo, como dores musculares, tendinites, bursites, entre outras.

Recomendação: De 5 a 10 gotas em 1/2 litro de água.

5. Em banhos de assento

Por conta de sua ação anti-inflamatória, recomenda-se o banho de assento com o óleo de copaíba nos casos de hemorroidas e também no tratamento de infecções do trato urinário.

Recomendação: 10 gotas em 2 litros de água, dissolvidas em uma colher de café de óleo vegetal.

6. Uso tópico

Graças à ação cicatrizante do óleo de copaíba, essa forma de uso é especialmente indicada para aplicação localizada nas manifestações de dermatite, eczemas, psoríases e demais problemas de pele.

Recomendação: 5 gotas do óleo de copaíba em 1 colher de sopa de óleo calêndula.

Como óleo vegetal, que aparece em várias das receitas, você pode usar o que estiver à mão, como o azeite de oliva, que também é um ótimo hidratante, ou outros óleos chamados de carreadores, como o de uva e o de girassol.

Só não pode aplicar o óleo de copaíba diretamente na pele.

Onde encontrar o óleo de copaíba

Diferente do que ocorre com o óleo de coco, para o qual existem diversas receitas caseiras espalhadas pela internet, o óleo de copaíba provém somente de sua extração a partir das copaibeiras. Por isso, para quem quer usufruir de seus benefícios, o jeito é comprar o óleo pronto.

Se você é de Manaus, Belém e da região amazônica de modo geral, provavelmente já sabe que ele é vendido em mercados municipais e outros comércios populares.

Já quem não é, pode encontrar o óleo essencial de copaíba em lojas de produtos naturais, mas sempre tomando o cuidado de verificar se o produto é puro, tem o selo da ANVISA e se ele é realmente proveniente da Amazônia.

Isso porque, atualmente, são diversos tipos de copaibeiras espalhadas por várias regiões do Brasil. Embora acredite-se que os óleos de todas elas tenham ação anti-inflamatória, somente as da Amazônia possuem as demais propriedades.

Outra opção é buscar produtos naturais já prontos, como shampoos, hidratantes e sabonetes que já possuam o óleo de copaíba na composição.

Nesse caso, fique atenta à lista de ingredientes do produto a fim de verificar se ele aparece entre os primeiros ingredientes, já que isso indica uma maior concentração do óleo na fórmula.

Efeitos colaterais e contraindicações

No caso do óleo de copaíba, a maior contraindicação diz respeito à ingestão do óleo, visto que ainda não foram feitas pesquisas conclusivas a respeito da eficácia, segurança e dos efeitos colaterais dessa forma de uso.

Entre as reações adversas frequentemente relatadas ligadas à ingestão estão alergias, vômitos, insônia e desconfortos gástricos, inclusive gastrite.

Um grupo de pesquisadores também observou que a ingestão do óleo de copaíba poderia levar à quebra de cromossomos no nosso corpo, por isso, muito cuidado!

Já em relação ao uso externo, como nas formas sugeridas nesta matéria, ele é bem menos perigoso, e a contraindicação fica somente para gestantes, lactantes e crianças menores de 6 anos. Ah, e sempre usá-lo em sua forma diluída, ok?

Por fim, lembre-se que é importante conversar com o seu médico, principalmente nos casos de dores ou de qualquer alteração no corpo.

Só ele saberá se o óleo de copaíba é adequado para o seu caso ou se serão necessários tratamentos adicionais.

Todas as fotos: istock

fonte: dicas de mulher

Veja também no Portal AVôVó:

Nutrientes que turbinam o cérebro e a memória dos idosos

AnteriorPróximo
O Avôvó é um portal colaborativo criado especialmente e inteiramente dedicado a um público cada vez mais conectado: a terceira idade. Aqui, não só o idoso se sente em casa. Nosso objetivo é também levar conteúdo relevante para familiares, amigos e profissionais que cuidam dessas gerações que chegam à melhor idade redefinindo conceitos e com cada vez mais interatividade e independência, mostrando que idade é só um número.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *