Saúde Mental

O que fazer para ser feliz na terceira idade

o que fazer para ser feliz

O que fazer para ser feliz na terceira idade.

Veja uma pesquisa realizada em uma cidade no Japão, Okinawa, onde existe a maior população de idosos do mundo.

Você provavelmente já ouviu falar sobre a ilha de Okinawa, no Japão.

O lugar ficou conhecido por ter a maior população de pessoas acima dos 100 anos no mundo inteiro.

Mas não é apenas o segredo da longevidade que seus habitantes guardam: eles também podem nos ensinar a arte da felicidade.

Os escritores Héctor Garcia e Francesc Miralles viajaram a Okinawa para desvendar o segredo de sua população e entender como seus habitantes vivem tanto e tão bem.

O resultado se tornou o livro Ikigai – Viva bem até aos cem.

Durante sua estadia, os autores reuniram os 10 principais mandamentos para a felicidade praticados pelos centenários da ilha – e a gente conta um pouco sobre eles abaixo.

Cultura japonesa: 12 curiosidades que você não sabia - blog do ...

Manter-se ativo

Mesmo após a aposentadoria, os idosos de Okinawa continuavam ativos, muitas vezes trabalhando ou dedicando-se a um hobby.

Essa ideia se resume pelo conceito de Ikigai, que seria definido como uma razão para se levantar todas as manhãs.

Vá com calma

Se estressar só faz mal à saúde.

Por isso, os moradores de Okinawa sabem que um dos segredos da vida é justamente fazer cada coisa no seu tempo.

Dormir bem, manter o ambiente ao seu redor em ordem e praticar meditação são algumas das práticas comuns para desacelerar.

Coma menos

Diabetes na terceira idade: saiba como controlar a doença e ter ...

Com uma dieta rica em tofu, batata-doce, peixe e vegetais, os centenários têm ainda outro hábito em comum: eles evitam comer até estarem cheios.

Segundo o livro, eles geralmente param de comer quando sentem que estão 80% satisfeitos, fazendo com que o corpo acelere a oxidação celular para uma digestão prolongada.

O que fazer para ser feliz na terceira idade.

Métodos orientais podem ajudar na saúde mental dos idosos

Amigos

Em Okinawa, é comum que as pessoas formem laços fortes dentro de sua comunidade, como se fossem uma verdadeira família.

É um sentimento de pertencimento e de ajuda mútua que dá sentido à vida e ajuda a aumentar a expectativa de vida de todos, segundo os autores.

Contato com a natureza

A maioria dos moradores da ilha possui uma horta ou mesmo uma pequena plantação de mangas ou chás.

Com isso, eles se mantêm em contato com a natureza por mais tempo.

Sorrir

Número de pessoas com mais de 90 anos ultrapassa os 2 milhões ...

Os centenários pesquisados pelos autores tinham um coisa em comum: eles costumavam passar os dias sorrindo, mostrando sempre uma atitude positiva perante à vida.

Exercícios

Não é preciso passar o dia na academia para se manter ativo.

Em Okinawa, as pessoas evitam o sedentarismo e, com isso, acabam afastando também diversas doenças relacionadas à falta de atividades físicas.

O que fazer para ser feliz na terceira idade

idosos-japao |

Gratidão

Na região de Okinawa, as pessoas dedicam um tempo de seus dias a agradecer o momento presente, buscando eliminar as emoções negativas e se focar apenas no que há de bom.

Viver o agora

Ao invés de viver a vida sem refletir, os anciãos japoneses buscam focar-se justamente no agora, buscando a consciência plena de cada momento.

Resiliência

Todos precisamos aprender a lidar com as dificuldades e dar a volta por cima, recuperando o sentido da vida.

É sobre isso que trata a resiliência, uma atitude que nos permite focar no que é realmente importante para nós.

Veja também a matéria no Portal AVôVó:

a resiliência para a terceira idade e idosos

Capacidade de resiliência ajuda a envelhecer com bem-estar psicológico

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *