Comportamental

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade

Mulher foto criado por freepik - br.freepik.com

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade.

O tempo passa, o tempo voa…

E quando se percebe, já chegamos na Terceira Idade.

É comum achar que sexo é algo de jovens com hormônios à flor da pele, loucos para extravasar toda a energia sexual que têm, enquanto os idosos ficam à mercê de assistir televisão, comer e dormir.

Nos últimos anos, houve uma evolução ao analisar o comportamento sexual dos idosos e boa parte deles mostram disposição para “dar no couro” e se sentirem mais felizes após o sexo.

De acordo com uma pesquisa feita pela General Social Surveys, 60% dos idosos que faziam sexo uma vez por mês se classificavam como “muito felizes”.

Este levantamento levou em consideração a resposta de 238 pessoas com mais de 65 anos.

Muitos tabus sobre a sexualidade na Terceira Idade são construídos, mesmo quando a libido já não está igual como alguns anos atrás.
A relação do sexo para o homem de 60 anos e para a mulher aos 60 anos tem muitas diferenças?

O orgasmo fica mais difícil de atingir?

Vem ver o que acontece nessa fase!

Como é a Sexualidade na Terceira Idade

O que é o sexo?

Em um senso biológico, o sexo é o ato de estimulação sexual e penetração usada para reprodução ou satisfazer o prazer sexual.

O sexo na Terceira Idade vai muito além dos fatores biológicos, uma vez que ele compreende a necessidade de abraços, beijos e carícias, além de outros sentimentos que circundam a relação – como ternura, intimidade e carinho – para deixar o sexo melhor.

A vida sexual na Terceira Idade pode ser uma poderosa experiência, além de uma forma de melhorar a saúde.

Sexo aos 50 anos pode começar a apresentar alguns desafios advindos pelo processo do envelhecimento, que começam a desencorajar os casais a voltar a fazer sexo e, assim, acabam diminuindo a frequência.

Nessa idade que os homens começam a ter perda gradativa da capacidade de ereção.

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade

Naturalmente, o sexo aos 70 ou 80 não é a mesma coisa que aos 20 ou 30.

Porém, em alguns aspectos da relação sexual entre os idosos, a idade só contribui, uma vez que o acúmulo de experiências de uma vida está concentrado e ambos os parceiros sabem exatamente o que cada um gosta.

Além da experiência adquirida durante décadas no sexo, diversos benefícios podem acontecer, visto que as relações pessoais muitas vezes assumem um significado maior.

O sexo pode ser uma importante conexão que melhora a saúde mental e física, além de aumentar o tempo de vida, solidificar o relacionamento e oferecer segurança.

Para se ter uma ideia da importância de fazer sexo na Terceira Idade, o Ministério da Saúde recomenda fazer “aquelas coisas” para o combate de doenças crônicas, além de ser uma atividade física regular.

Nessa idade, o sexo cheio de posições é deixado de lado, uma vez que o que mais importa é a qualidade do sexo, visto que o foco maior é na intimidade e no toque físico.

Mas saiba: a libido é baixa, mas não inexistente!

A Libido Não Acaba na Terceira Idade

Mulher foto criado por freepik - br.freepik.com

A palavra, vinda do latim, significa anseio ou desejo, caracterizada como a energia aproveitável para os instintos da vida e da sexualidade durante a excitação.

A fase do tesão passa por 5 estágios: o desejo, a excitação, o plateau, o orgasmo e a resolução.

O desejo faz parte da atração, a parte carnal e voraz de interesse, que provoca a vontade de transar loucamente com o parceiro.

A excitação é o aumento do desejo, sendo no homem manifestada pela ereção do pênis e na mulher, pela produção de lubrificação na vagina.

Já o plateau é a emoção intensa, o foco total no sexo, sem perder a concentração, o momento que antecede o orgasmo.

O orgasmo é o ápice da excitação, quando ocorrem contrações e a liberação de energia, endorfina e oxitocina – hormônios responsáveis pelo bem-estar e a felicidade.

Animação garantida!

Por fim, a resolução ou refração, redução do interesse e perda da ereção masculina e relaxamento feminino.

Há um mito de que a libido morre quando as mulheres atingem a menopausa e os homens a andropausa, uma vez que a vagina fica muito menos lubrificada e o pênis já não fica tão ereto assim.

O tabu do sexo na Terceira Idade está ligado aos estereótipos e a ideia de que a velhice é sinônimo de reclusão e cuidado com os netos, deixando as relações sexuais em uma mera saudade do passado.

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade

Porém, a libido não acaba na velhice, só diminui.

Então, é preciso de um incentivinho da Natureza para manter a chama acesa.

Hoje em dia, vemos diversos métodos que ajudam a manter a relação sexual dos idosos a pleno vapor, sendo para os homens com disfunção erétil o uso do Viagra, além de Suplementos para aumentar a libido.

Nas mulheres a terapia de reposição hormonal é o método mais comum, uma vez que ajuda a regular a libido e o coração.

Outra forma que muitas encontram de recuperar a libido e dar um boost na vida sexual é com o pompoarismo, técnica de contração e relaxamento dos músculos vaginais para fortalecer a musculatura da vagina.

Se quiser saber mais sobre o pompoarismo, clique aqui

Quebrando o Tabu do Sexo Entre Idosos

Muitos tabus estão ligados ao sexo na Terceira Idade, ajudando a reforçar uma imagem negativa da sexualidade do idoso – carregada de estereótipos, como os de que pessoas idosas não são atraentes fisicamente, não tem interesse por sexo ou são incapazes de sentir algum desejo sexual.

Estes estereótipos estão ligados à falta de informação e visão pessimista do sexo na velhice.

De onde vem isso?

Parte da nossa cultura, uma vez que evitamos ter a imagem visual dos pais e avós como pessoas que transam e só copularam uma única vez: aquela que gerou você!

Gente, só o casal de velhinhos do filme “Up – Altas Aventuras” que não deve transar!

E mesmo assim, por que não?!

Um estudo feito pelos psicólogos Adriano da Silva Rozendo e Juliana Medeiros Alves, chamado “Sexualidade na Terceira Idade: Tabus e Realidade”, considera que qualquer pessoa idosa necessita de sexo e procura a realização sexual na Terceira Idade.

A vida mais livre para as mulheres propicia inúmeras realizações sexuais não vivenciadas nas fases anteriores da vida, sendo que algumas esperam encontrar alguém com quem realizar as satisfações de sua vida.

Além disso, o artigo atesta uma falta de conhecimento da sexualidade entre os próprios indivíduos da Terceira Idade nos domínios do desejo e da realização sexual.

Ou seja, isso mostra como o papel de blogs, reportagens e programas de saúde voltados para estas pessoas é importante para ajudar na educação sexual dos idosos.

A relação do sexo para o homem e para a mulher após os 60 anos

Desfrutar do sexo na Terceira Idade é uma das coisas mais satisfatórias, seja para o casal que está junto há 50 anos, ou começou a namorar depois de conhecer o pretendente em um bailinho de idosos ou, quem sabe até, por meio do Tinder.

Modernidade, né mores!

Cada tipo de romance gera uma nova forma de manter a chama do sexo acesa.

Para os sessentões, essa é uma idade que possui muito amor para dar.

O sexo para os idosos perde no quesito desempenho, mas ganha em qualidade.

Isto é, quando se é jovem, um dos maiores medos na hora do sexo é acabar broxando.

Na velhice, a preocupação com o outro, o carinho e os cuidados são os sinônimos de maiores deleites.

Que fofinho, gente!

A disfunção erétil é algo que pode vir a acontecer com a idade avançada – como também na juventude, tá minha gente?!

A idade que o homem começa a perder a capacidade de ereção total é bastante subjetiva, pois depende de muitos fatores, como uma alimentação saudável, atividades físicas regulares, 7 a 8 horas de sono, entre outros práticas saudáveis.

A potência erétil muda a partir dos 50 anos, quando o soldado não comparece à guerra como antes.

Por isso, a estimulação da área genital nessa idade é ainda mais necessária do que nunca, uma vez que o pênis recebe menos circulação sanguínea, sendo necessário o uso de excitantes masculinos com função de aquecimento e uso de pílulas para estimular a ereção.

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade

Já o namoro na Terceira Idade para mulheres idosas é uma experiência muito diferente.

O sexo é até mais necessário para manter a sexualidade ativa na vida delas, a fim de que os relacionamentos sejam mais felizes.

Semelhante à disfunção erétil nos homens, a secura vaginal nas mulheres acontece quando elas não produzem lubrificação suficiente para a penetração ser prazerosa.

Este distúrbio geralmente surge na menopausa, quando há menos produção de hormônios femininos.

Ginecologistas recomendam usar bastante lubrificante íntimo durante as relações para o atrito da penetração não ser doloroso, sendo indicado passar na vulva e no pênis do parceiro.

Para as mulheres de 60 anos ou mais, a estimulação sexual também é muito importante, em especial preliminares e estimulação genital – seja com sexo oral ou masturbação.

As loucas posições sexuais também são mais difíceis de executar – afinal a elasticidade e as dobradiças já não são mais as mesmas.

Mas, duas posições sexuais são muito mais prazerosas e confortáveis nessa idade: de lado, para ter acesso fácil à genitália e aos seios; e com ela por cima, que fica mais fácil de controlar a velocidade e intensidade.

No mais, o sexo para o homem e a mulher aos 60 anos ou mais é uma experiência de puro prazer e conhecimento, mais focado na qualidade do sexo do que na quantidade feita.

Você que dá uma rapidinha por dia e fica satisfeito, com eles uma boa transa uma vez por mês, bem feita, vale mais que 30 esbaforidas!

Orgasmo na Terceira Idade Fica Mais Difícil?

Mulher foto criado por freepik - br.freepik.com

Na juventude ejacular com fartura e a longa distância, com a possibilidade de acertar uma mosca, é algo que muitos homens se orgulham.

Porém, com o tempo, a arma fica um pouco enferrujada e com menos balas para atirar.

Se para a estimulação genital é preciso investir tempo, carícias, beijos e massagens que ajudem a aumentar o nível de excitação, para chegar ao orgasmo o empenho também exige mais esforço.

A medida que os homens envelhecem, eles percebem que o pênis precisa de mais estímulos para ganhar ereção e, consequentemente, ejacular.

Dos 50 anos em diante, a ejaculação masculina não é vigorosa como antes, uma vez que os músculos do assoalho pélvico enfraquecem, fazendo com que o sêmen não tenha força para ser expelido.

Isso sem contar que o orgasmo fica mais mais difícil de ser atingido, uma vez que os níveis de testosterona e dopamina são produzidos em menor escala.

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade

Já para a mulher de 60 anos, no ato sexual nota-se uma diferença no orgasmo, com sensações diferentes e de menor intensidade.

Porém, o orgasmo para elas é algo muito benéfico, visto que o sexo para idosas torna as relações sexuais mais satisfatórias e com menor risco de hipertensão.

Pesquisadores da Universidade de Michigan realizaram um estudo nacional para mensurar a atividade sexual na Terceira Idade.

E chegaram a conclusão que o sexo é um grande benefício para os idosos.

Neste estudo, mulheres ativas sexualmente entre 57 e 85 anos – que têm orgasmos intensos ou satisfatórios – reduziram os riscos cardiovasculares, como hipertensão, cinco anos após o início do estudo.

Outra forma de manter o estímulo sexual é com a masturbação.

Como as mulheres precisam de muito mais engajamento para chegar ao orgasmo – e sabendo que na Terceira Idade artrite e osteoporose são comuns –, a masturbação feminina pode se tornar um ato incômodo e até causar dores.

Por isso, o uso de vibrador personalvibrador para ponto g ou estimulador de clitóris é recomendado, uma vez que possuem vibrações brandas e potências suaves para dar mais satisfação sexual.

Sexo Anal na Terceira Idade, Rola?

Parece coisa de outro mundo, mas não é gente?!

Em qualquer idade, ser convidado a entrar pela porta dos fundos faz parte da fantasia sexual de muitos casais.

Sexo anal é uma relação de amor ou ódio: ou se ama ou se odeia, sem meio termo.

Se essa prática já vira um dilema aos 20 e poucos anos, na Terceira Idade é ainda maior.

O sexo anal é algo discutido com mais frequência atualmente, em especial com a disseminação de informações sobre a prática – como fazer sem sentir dor e a criação de lubrificantes anais que ajudam a dar mais prazer para o ato, além de dessensibilizar a região.

Sexo anal na terceira idade até rola, porém é preciso ficar antenado, pois a prática possui riscos associados para pessoas de todas as idades – seja jovem ou idoso.

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade

A prática torna-se arriscada à medida que envelhecemos, devido ao desgaste do tecido dentro do ânus.

Isso o torna vulnerável a fissuras, pelas quais bactérias entram na corrente sanguínea e provocam infecções.

Chatíssimo, né?

Além disso, a medida que envelhecemos, estamos mais propensos a ter hemorroidas, o que pode “dar ruim” na hora da relação.

Para isso é preciso ter cuidados extras: usar muito lubrificante, manter uma boa higienização e ter cuidados pré e pós relação com produtos para o ânus, como o Analcare.

Dicas para Fazer Sexo na Terceira Idade

É real oficial: sexo na Terceira Idade acontece e nós não queremos que pare nunca, afinal, sexo em qualquer idade é bom, saudável e super excitante!

Pensando nisso, preparamos algumas dicas para ajudar a apimentar a relação, incrementar o sexo e redescobri-lo para ter o que fazer na Terceira Idade, que fuja da rotina de ver Silvio Santos e Faustão.

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade

Vamos às dicas?

Trate o sexo com leveza e bom humor.

Veja nele a possibilidade de estreitar o relacionamento, discutir novas ideias e modernizar até as fantasias eróticas.

Um bom momento para ela usar aquele conjuntinho de enfermeira, não é?

Invista bastante em preliminares e carinho.

Beijos leves, massagem com óleos e carícias ajudam a começar a esquentar as coisas.

Não force as habilidades.

Conheça os seus limites e a da parceira para não se machucar na hora do sexo.

Nada de tentar levantar a perna acima da cabeça, ok?!

  • Mudar a rotina e até os horários em que fazem sexo é uma forma de melhorar a vida sexual, principalmente para um momento em que você tenha mais energia e disposição.
  • Esteja de coração aberto para testar outros tipos de estimulação sexual.
  • Experimente posições confortáveis e prazerosas, levando em conta as mudanças do tempo.

Para os homens, se a disfunção erétil é um problema, tente uma posição com a mulher por cima, pois a firmeza do pênis tem menos importância.

O que fazer para aumentar a libido na terceira idade

Para mulheres, posição de ladinho é a melhor para estimulação.

  • Sexo oral é uma delícia e pode ficar ainda mais gostoso se utilizar gel esquenta-esfria, que ajuda a dar um novo sabor às sugadas e estimular o pênis ou a vagina e deixá-los ainda mais dispostos para a hora H.
  • Usar lubrificantes íntimos são bem-vindos em qualquer relação, uma vez que a mulher não produz lubrificação suficiente.
  • Excitantes também podem ser usados, pois ajudam a aumentar a libido e deixar o casal ainda mais assanhadinho!
  • Após o orgasmo, curtam a fase refratária para conversar, trocar carícias, elogios e, por que não, uma soneca.

Afinal, ninguém mais é de ferro!

fonte: aquelas coisas 

Veja também no Portal AVôVó:

amor 4

Sexo na terceira idade, uma realidade!

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *