Comportamental

O prazer de um domingo em família

domingo em família

A maioria das pessoas começa o domingo ao acordar.

Os adolescentes, entrando na vida adulta, normalmente tem o domingo mais agitado e, portanto, iniciam o primeiro dia da semana um pouco mais tarde.

Aqueles mais velhos, não o suficiente para estarem na melhor idade, tem o despertar mais cedo, no entanto não fogem da lógica de se apresentar para o domingo ao abrir os olhos.

Todos ficam distantes, os vovôs e as vovós não, dos preparativos do que podemos chamar de um verdadeiro ritual.

Sim, um ritual!

Conseguir reunir uma parte da família para uma refeição no domingo é digno de festa.

Compromissos e eventos importantes impedem a maioria das pessoas de estar com quem mais importa na vida.

Nossos queridos avôs e avós!

O único animal que tem o poder das palavras é o ser humano.

Mesmo que não fossemos somente nós os privilegiados, os animais não poderiam conhecer seus próprios avós.

Portanto, não são capazes de desfrutar de um domingo em família.

A cultura da longevidade permite que os adultos tenham tempo suficiente para compartilhar histórias e informações com as próximas gerações.

Contudo, não podemos nos enganar.

Essa permissão nos foi concedida há pouco tempo.

domingo em família

No século XIX, poucas décadas antes da posse de Getúlio Vargas, para termos uma noção, cerca de 3% das pessoas ultrapassavam os 60 anos.

Atualmente, graças ao avanço da ciência, a expectativa de vida no Brasil é significativamente maior – por volta de 75 anos – e muitos pesquisadores já apontam que estamos vivendo o “século dos avós”.

O que significa ter um neto?

Uma localização privilegiada na vida de uma pessoa.

Essa talvez seja a melhor definição de ser avó.

Totalmente diferente de quando somos pais, pois são muitas as responsabilidades que envolvem a criação de um filho.

Apoiar e educar sem oprimir, se auto responsabilizar pelos erros cometidos por ele e buscar, na ciência da tentativa e erro, a melhor maneira de conduzi-lo para a vida adulta.

Por isso, tornar-se avó consiste em compreender a arte de utilizar as experiências positivas e negativas já adquiridas anteriormente e com muita sutileza auxiliar na criação dos netos.

Não é possível medir o valor dos conselhos vindos daqueles que nos amam e tem mais experiência, mas, na maioria dos casos, os filhos estão tendo dificuldades na convivência com as crianças.

Eles sempre precisam de apoio, reconhecimento e proteção, ainda que teimem em não aceitar.

domingo em família

O aprendizado está envolvido em todas as etapas da vida.

Sempre estamos aprendendo mais e mais.

Até mesmo quando um neto entra em nossas vidas.

Devemos abrir mão de velhos costumes para estarmos mais com eles – nossos queridos netos.

Deixar que eles apresentem a arte de viver nesse novo mundo que surge para que possamos lhes ensinar como não tropeçar nas pedras do passado.

Seja mais receptivo!

Não importa quem seja e onde seja.

No domingo em família, na rua com os vizinhos ou, até mesmo, com os próprios netos.

Veja também no Portal VôVó:

Existe apenas uma maneira de dizer não aos netos?

 

 

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *