Com as estações mais quentes do ano, ocorrem reações de pele que se tornam mais comuns nessa época do ano, podendo atrapalhar que você aproveite o melhor dessa estação.

Conheça algumas delas:

Acne solar :

Mão foto criado por drobotdean - br.freepik.com

Marcada pelo aparecimento lesões papulosas (“bolinhas endurecidas”) e pustulosas (bolhinhas de pus/ “espinhas”), atingindo principalmente o tronco e a raiz dos membros superiores.

Surge poucos dias após a exposição intensa destas áreas ao sol.

Muito comum durante o verão, a acne solar pode ser evitada com a utilização de filtros solares, de preferência aqueles em base não oleosa (“oil free”), aplicados antes e durante a exposição ao sol.

O calor e a pele, veja as reações mais comuns

Miliária / brotoeja

Comum em crianças e bebês, costuma aparecer nas regiões do pescoço, do colo e da fralda, caracterizada por pontos vermelhos aglomerados nessas áreas.

Desencadeada por causa do calor, devido a uma reação anormal das glândulas sudoríparas ao produzir e liberar o suor.

Intertrigo

Mais comum em adultos, essa alergia surge especialmente na virilha, axilas e embaixo das mamas.

É caracterizada por coceira e placas avermelhadas nas regiões de dobras.

Fitofotodermatose

Dermatose manifestada por agentes químicos, produzidos ou eliminados por plantas que, quando entram em contato com a pele e permanecendo em exposição solar, promovem um processo inflamatório, levando a formação de manchas no local ou até mesmo a queimaduras mais graves, com posterior formação de bolhas.

Comum por alguns perfumes e cosméticos, limão e outras frutas cítricas como laranja, tangerina, maracujá, folhas de figo, entre outros.

O calor e a pele, veja as reações mais comuns

Sendo assim, alguns conselhos são válidos:

  • Evite usar roupas justas e de tecidos sintéticos, que dificulte a transpiração, preferindo tecidos de algodão, assim como vestimentas mais confortáveis.
  • Procure permanecer em ambientes mais frescos
  • Permaneça com a pele seca sempre que possível
  • Evite o uso de perfumes quando for se expor ao sol
  • Evite manipular plantas e frutas associadas a fitofotodermatoses, caso as manipule, lave bem o local após, aplique filtro solar e ainda assim evite o contato com sol nas horas que seguem.
  • Após praia ou piscina, procure tomar um banho com água morna para fria, use sabonetes neutros e hidratantes com ação calmante.

Caso apresente alguma dessas, procure um dermatologista de sua confiança, ele é o profissional indicado para diferenciar cada uma dessas reações, assim como tantas outras que poderão surgir com as altas temperaturas e o sol, orientando cada quadro da melhor maneira.

Cuide – se e curta o melhor do calor!

fonte: caderno now

Veja também no Portal AVôVó: