Comportamental

Nunca é tarde para se amar de verdade

Amor foto criado por rawpixel.com - br.freepik.com

Nunca é tarde para se amar de verdade.

Especialistas apontam os benefícios de começar a namorar após os 60 anos

Começar a namorar após os 60 anos pode fazer tão bem quanto um amor na juventude.

Ter alguém com quem compartilhar a vida na terceira idade ajuda a solucionar um grande problema enfrentado no processo de envelhecimento: a solidão.

— Ter uma companhia, uma pessoa para fazer passeios e ter conversas estimulantes nessa idade pode ser algo desafiador.

Se relacionar com alguém ajuda a desenvolver o afeto e a liberar ainda mais os hormônios da felicidade — afirma a psicóloga Aline Saramago.

Pode ocorrer de a família não curtir a ideia de um novo relacionamento do idoso.

Não há problema em ficar atento às pessoas com quem ele se relaciona, mas o ideal é não dar pitaco.

Bette Romero, 65 anos, e Roberto Lucena, 80, que estão casados há dois anos adoram viajar.

A família pode ser participativa, mas não deve influenciar a relação.

É comum os filhos sentirem ciúmes do namoro quando o idoso ficou viúvo (ou viúva) recentemente.

Dá neles uma sensação de traição.

É preciso lembrar que um lado se foi, mas o outro continua vivo.

Os filhos precisam pensar nos benefícios que essa relação trará para seu pai ou sua mãe — orienta a psicóloga Ellen Moraes Senra.

Quem acha que na terceira idade os casais são apenas “amigos” está enganado.

Nunca é tarde para se amar de verdade

De acordo com a geriatra Roberta França, para muitos idosos o namoro na velhice é a chance de ser feliz.

— Muitas pessoas acreditam que os idosos não sentem mais tesão ou não têm libido.

Muitas mulheres descobrem o prazer sexual após ficarem viúvas, já que muitas delas não puderam escolher o parceiro do primeiro casamento, por exemplo.

Algumas passam a ter mais liberdade, a conhecer o próprio corpo e a saber dizer do que realmente gosta — diz a médica.

A geriatra garante que para casos de impotência sexual ou ressecamento vaginal há tratamentos que vão ajudar os idosos a terem uma relação sexual saudável e prazerosa.

‘Em seis meses nos casamos’

Dois anos após ficar viúva, conheci o Roberto.

Fomos apresentados pela minha vizinha e começamos a sair.

Seis meses depois de começarmos a namorar, nos casamos.

Conosco tudo aconteceu mais rápido porque já tínhamos apartamento, estabilidade financeira, sabemos que o tempo é finito e não temos mais a mesma vida de 20 anos.

Pudemos apressar tudo para passarmos mais tempo juntos.

Esta é a principal diferença nossa para os casais mais novos. V

amos ao teatro e viajamos de duas a três vezes no ano, ainda temos muitos locais que queremos conhecer juntos.

O mais importante disso tudo é saber que sentimento não tem idade nem tempo.

Conheça os benefícios

Alimento foto criado por wavebreakmedia_micro - br.freepik.com

Evita solidão

Um relacionamento faz com que o idoso tenha com quem compartilhar seu dia, seus desejos e alegrias.

Na terceira idade, muitas pessoas acabam ficando isoladas, pois os filhos e netos, na maioria das vezes, estão ocupados trabalhando e estudando.

Melhora a autoestima

Atrair a atenção de alguém ajuda a elevar a autoestima.

Um relacionamento traz novidades que fazem o idoso se empolgar com a vida.

Cuidado com a saúde

Os homens não costumam se cuidar quando estão solteiros ou viúvos.

Na maioria das vezes em que vão ao médico, são levados por suas esposas.

Para a saúde deles, um relacionamento vale muito a pena também por isso.

Afasta a depressão

Idosos que passam muito tempo sozinhos possuem mais chance de desenvolver depressão.

A companhia de outra pessoa — associada a todos os benefícios já listados — diminui as chances de sofrer com depressão.

fonte: extra

Veja também no Portal AVôVó:

A separação entre amor e sexo para os idosos

Separação entre amor e sexo na realidade

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *