Utilidades

Nunca é tarde para estudar na terceira idade

Nunca é tarde para estudar

Aprender coisas novas é preciso. O ensino a distância é uma boa alternativa. Essa combinação pode ser a solução, mas na hora de escolher o curso certo algumas coisas são essenciais. Veja as dicas!

O portal Avôvó trabalha para os idosos do Brasil. Nosso compromisso é levar dicas e sugestões que possam melhorar o estilo de vida da terceira idade brasileira. Conversamos diariamente com a nossa audiência e percebemos que os idosos que apresentam a melhor disposição são aqueles que não param. Não param de se exercitar, se alimentar bem e estudar. Isso mesmo, não podemos parar de estudar, aprender coisas novas e alimentar os neurônios com informação.

Nos últimos 60 anos, a terceira idade cresceu mais de 10 vezes – segundo pesquisa do instituto brasileiro de geografia e estatística. Portanto, se caracteriza como uma parcela significativa da população, com muitos de seus membros buscando se adaptar às tecnologias e alterações socais na mudança de hábitos. Procurar maneiras de se adequar aos meios digitais e participar de grupos online ou até mesmo estudar. Dito isso, vamos tentar entender mais sobre a educação a distância – o EAD – para alunos da terceira idade.

nunca é tarde para estudar na terceira idade

O Comitê Gestor da internet – órgão que realiza pesquisa e estudos sobre a vivência social na internet – realizou uma pesquisa recentemente e percebeu que após conquistarem intimidade com os meios digitais, os idosos desempenham uma interação fantástica – o Avôvó faz o mesmo comentário, somos privilegiados por trabalhar com idosos. O mesmo estudo constatou que esse fato – acessar a internet e ser independente nesse sentido – aumenta a autoestima e prolonga a vida deles. O EaD surge como uma boa alternativa, mas ainda é grande a quantidade de pessoas da terceira idade que se sentem incompetentes para aprender a manusear novas tecnologias. O medo e sensação de incapacidade são os grandes vilões na maior aceitação da terceira idade pelo ensino via EaD. Por isso, separamos algumas dicas para facilitar no momento de escolha e minimizar as chances de insucesso.

Em quais pontos seu curso pode melhorar?

nunca é tarde para estudar na terceira idade

As universidades brasileiras, instituições para cursos profissionalizantes e ambientes culturais, como o Sesc, são extremamente inexperientes no atender aos idosos. Não estamos desmerecendo o serviço prestado, mas quando comparamos o trabalho de excelência para o publico em geral e a necessidade de adequação para a terceira idade: sim, saímos perdendo. São poucos os serviços especializados para a melhor idade e a ideia de estudar após os 60 anos ainda é muito subjugada.

Selecionamos algumas dicas para você conseguir avaliar melhor um futuro curso ou pedir ajustes aos responsáveis, caso os estudos já tenham começado. Não são apenas críticas. Temos que saber reconhecer quem realiza bons trabalhos e continuar exigindo melhoras. Veja dicas:

Detalhamento mais específico na inscrição!

Algumas circunstancias impedem o aluno idoso de obter bons resultados. A ideia principal é entender que as pessoas possuem níveis diferentes e formas distintas de absorver conhecimento.  Isso tudo passa pela motivação que levou aquela pessoa a estudar novamente, questões pessoais ou profissionais?

Quais serão as plataformas?

nunca é tarde para estudar na terceira idade

As plataformas utilizadas devem atender a todos os alunos, visando não permitir que o nível de conhecimento em relação às tecnologias seja um impeditivo para a terceira idade.

Avaliação frequente, inclusão gradual e motivação!

Nós já falamos que cada idoso tem seu tempo de aprendizagem, por isso fazer avaliações continuas para entender o desenvolvimento real do aluno é essencial. A negligência pode acarretar na desmotivação e consequentemente na desistência. O curso pode querer incluir novas ferramentas e métodos para melhorar o desempenho dos alunos, mas deve fazê-lo de forma gradual, motivando o idoso a não desistir.

Espaço para interação e resolução!

Os alunos na terceira idade podem estar sofrendo com os mesmos problemas e dificuldades muito similares. Um espaço para eles trocarem experiencias, positivas e negativas, vai auxiliar os próprios e a instituição que oferece o curso. Todos estão aprendendo com a aplicação direta, os cursos erram por falta de conhecimento e isso só mudará com a prática.

Aprender algo novo? Sim!

O idoso é sabedoria pura. Muitos não se sentem mais uteis, pois deixaram de se adaptar ao meio digital. No entanto, nós sempre podemos aprender coisas novas e ampliar nossos horizontes, transbordando nossa vivência aos jovens e sociedade em geral. Não desistam.

Dicas para escolher o curso certo!

Estudar faz bem aos idosos - ead

  • Quem está oferecendo o curso? Não são poucas as instituições que oferecem cursos feitos a distância, mas apenas algumas dessas opções possuem as características mais claras de um verdadeiro curso sério, com Formação reconhecida seriamente pelo mercado.
  • Como está classificado? O aluno pode visualizar a relação de cursos a distância em um site conhecido como e-MEC, além da nota total que indica o nível de qualidade de cada um.
  • Qual a formação dos tutores? Geralmente os tutores presenciais possuem pós-graduação em universidades de ponta e os tutores online têm pelo menos o título de mestre. A média de alunos é de 20 alunos.
  • A instituição tem polo presencial? No transcorrer do curso é essencial que o aluno seja avaliado presencialmente, além disso serão necessárias apresentações de conclusão e outras atividades. Por isso, a empresa precisa ter um local para receber e atender os alunos.
  • Espaço para tirar dúvidas? Pode ser desde perguntas relacionadas ao curso até dificuldades em acessar o material ou a plataforma do curso.

 

Não perca nenhum conteúdo do Portal Avôvó! Informe seus dados e receba atualizações por e-mail.



 

Quais os cursos disponíveis?

  • Exemplo: Você deve procurar primeiramente no Google: cursos ead grátis em administração. Essa seleção te levará as instituições que estão oferecendo o que procura. Se for em outra área digite a que está procurando e assim sucessivamente.
  • Avalie a instituição na internet com outras pessoas amigas e ou da família.
  • Pergunte a outras pessoas que já tiveram esse tipo de experiência e tire as suas conclusões.
  • Decida e continue estudando. Isto é muito importante para as pessoas que estão na terceira idade.

Bons estudos!

Veja também no Portal AVôVó:

Qual a diferença entre sabedoria e conhecimento?

AnteriorPróximo
Claudio Mello
O Avôvó é um portal colaborativo criado especialmente e inteiramente dedicado a um público cada vez mais conectado: a terceira idade. Aqui, não só o idoso se sente em casa. Nosso objetivo é também levar conteúdo relevante para familiares, amigos e profissionais que cuidam dessas gerações que chegam à melhor idade redefinindo conceitos e com cada vez mais interatividade e independência, mostrando que idade é só um número.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *