Nacional

Manaus, um turismo diferente e bonito para idosos

Manaus a cidade das chuvas e maravilhosa

Manaus, um turismo diferente e bonito para idosos.

A cidade da chuva.

No inverno, a cidade florestal ostenta temperaturas amenas e passeios completos.

Os moradores do sul do país gostam e aceitam a sugestão para fugir do frio.

O brasileiro não conhece o Brasil!

A região norte do país é riquíssima, entre a cultura folclórica e os resquícios da era da borracha, além da forte presença indígena na culinária.

A selva é uma realidade maravilhosa e o visitante pode escolher por um passeio curto ou, até mesmo, um cruzeiro fluvial.

Antes disso, falaremos dos motivos para escolhermos falar de Manaus como um roteiro possível nas férias de julho.

As regiões sul e sudeste estão no período mais frio do ano.

Os idosos nem sempre se sentem bem em temperaturas mais baixas, mesmo que não sejam tão exageradas.

Talvez, lidando com essa lógica, nós recebemos pedidos de sugestões para fugir do inverno.

Manaus é uma excelente opção e, juntamente com isso, conhecemos mais sobre um outro Brasil.

Melhor época!

Manaus diferente e bela para idosos

Não é possível curtir Manaus totalmente em época de chuva.

Metade do ano os céus despejam muita água sob o solo amazonense, mas São Pedro descansa um pouco e surge uma trégua no verão entre junho e novembro.

Em agosto, o nível dos rios já baixou o suficiente para surgir as praias fluviais.

No entanto, os passeios dentro da floresta são melhores em época de chuva, pois ela propicia as viagens em canoas por canais e lagoas.

Por isso, os meses de junho e julho são o melhor equilíbrio para ter um pouco de tudo.

A melhor época para visitar o Teatro Amazonas em grande estilo é durante o Festival de Ópera, que costuma acontecer em abril ou maio – sim, impossível ter tudo.

Caminhos

Manaus diferente e bela para idosos

O aeroporto de Manaus é servido por voos diretos de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belém, Belo Horizonte, Fortaleza e Campinas.

O táxi do aeroporto é tabelado para bairros centrais, como Ponta Negra.

Barcos de linha partem do porto da cidade para todas as localidades ao longo do Amazonas, em viagens que envolvem entre um e três pernoites.

As acomodações mais confortáveis são cabines com banheiro.

Compre sua passagem diretamente no porto, de preferência com alguns dias de antecedência.

Hospedagem

A localização mais conveniente para os turistas é o Centro da cidade.

A localização turística mais nobre é na praia de Ponta Negra, apesar de que se hospedar por ali é estar dependente dos táxis.

Para se hospedar perto de bares e restaurantes, fique próximo ao ótimo Manauara Shopping.

Atividades

  • O centro da cidade sempre é uma boa opção, o teatro Amazonas e o seu entorno são bem organizados, o palácio da justiça e a casa onde morou Eduardo Ribeiro na rua transversal;
  • Faça compras na Galeria Amazônica que tem uma coleção espetacular de artefatos indígenas com origem documentada e preços ótimos;
  • O passeio do Encontro das Águas com agência é mais fácil, mas tratar um barco no Porto da Ceasa é possível;
  • Não deixe de visitar o Museu do Seringal Vila Paraíso;

Veja também no Portal AVôVó:

https://www.avovo.com.br/saiba-tudo-sobre-os-lencois-maranhenses/

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *