Dicas de Alimentação

Gengibre os prós e contras para a saúde do idoso

Gengibre os contras e prós para a saúde

Gengibre  os prós e contras para a saúde do idoso.

O gengibre, ginger em inglês, e com o nome científico Zingiber officinale, tem cada vez mais ganhado notoriedade e fama!


Ele é um alimento funcional e termogênico poderoso.

O chá preparado com ele tem sabor picante e também é bastante usado no tratamento das gripes e resfriados, além de ser conhecido por aquecer o corpo no inverno.

Mas os benefícios do gengibre para a saúde não param por aí.

No oriente, seus usos medicinais são populares desde a antiguidade.

Atualmente, existem mais de duzentos trabalhos científicos registrados sobre os benefícios do gengibre.

A Planta

Muitas pessoas dizem “raiz de gengibre” referindo-se ao próprio gengibre, pensando que se trata de raiz.

Mas na verdade ele é um rizoma, assim como a beterraba e a batata, são tubérculos.

As raízes ficam ainda mais abaixo desta parte.

É uma planta que tem grande durabilidade e pode crescer e ficar bem alta atingindo até mais de um metro de altura.

Suas folhas saem enroladas do tubérculo, como fossem espigas e vão se abrindo.

E dá flores amarelas.

Você pode ter ele em casa em sua própria horta.

Propriedades

Além dos benefícios que ainda iremos citar, o gengibre é rico em cobre, magnésio e fonte de vitaminas como as do complexo B (vitamina B3 e B6) e potássio; além de vitamina A, selênio e zinco.

É considerado antioxidante e anti-inflamatório e antisséptico.

Lembrando sempre que alimentos antioxidantes são excelentes no combate aos radicais livres, melhorando o sistema imunológico e prevenindo gripes e resfriados.

Gengibre os contras e prós para a saúde

Benefícios para a Saúde

Um bom uso do gengibre é para alívio de náuseas.

Sabe aquele mal estar causado por viagens longas, sobretudo nas crianças?

Ele pode ser a melhor solução.

Ele também ajuda a reduzir o enjoo durante a gravidez ou em casos de enxaqueca.

Ele tem inúmeros benefícios para a saúde.

Suas propriedades medicinais variam do fato de ser alívio da gripe ao tratamento de câncer de cólon.

Outras pesquisas revelam que o gengibre tem efeitos benéficos em pessoas com artrite ou dores musculares.

Ao serem medicados com gengibre, idosos observaram a redução do inchaço e da dor nas regiões atingidas pela artrite.

Isso porque as substâncias contidas na raiz estimulam a circulação no local e combatem a rigidez muscular.

As dores musculares causadas pelos exercícios físicos na academia também são aliviadas pelo gengibre, uma vez que ele é anti-inflamatório.

E o uso dele já previne estas dores.

Resultado de imagem para gengibre

Para quem trabalha com a voz, como cantores e professores, por exemplo, ele é indicado para tratar doenças da garganta.

O uso de balas ou mesmo xaropes caseiros é indicado.

Colocar um pedacinho de gengibre dentro de um pedacinho de pano, e mastigá-lo pode substituir a balinha.

O sabor picante e a sensação de calor que ele dá é justamente efeito desta característica termogênica do gengibre e por acelerar o metabolismo e favorecer a circulação sanguínea, ele é indicado também para combater a celulite e flacidez.

A pele e o cabelo também ficam mais irrigados, assim ficam  mais bonitos e saudáveis.

Além de prevenir o envelhecimento precoce.

Ainda dentro desta capacidade de aumentar a circulação e o calor do corpo, é indicado para a melhora do desempenho sexual pois irriga os órgãos, favorecendo a ereção masculina e a libido feminina.

E de modo geral é um ótimo aliado na melhora do humor e da disposição, pois dá energia e é revigorante.

Como comprar e conservar

Gengibre os contras e prós para a saúde

Você encontra o gengibre com facilidade no setor de hortaliças do supermercado ou feiras e sacolões.

Ele é normalmente vendido no quilo, mas pode ser encontrado a unidade também.

Para saber como escolher , opte por aquele que estiver com a casca mais lisa, sem estragos ou furinhos.

Quando está bom ele tem a parte interna amarelada e não muito fibrosa.

Cuidado para não comprar gengibres murchos e mofados.

A melhor maneira de armazenar para que ele dure mais tempo é colocando-o enrolado em um papel ou num saco de papel e guardar dentro da geladeira, junto das verduras.

Gengibre os prós e contras

Como usar:

Resultado de imagem para gengibre

A quantidade ideal para consumo vai variar, o importante é lembrar sempre que o sabor dele é muito forte e picante.

Então um pedaço pequeno cerca de dois centímetros é quase sempre suficiente para ser usado em um prato.

E até mesmo para quem não tem história prévia de problemas estomacais, ele deve ser usado moderadamente para não irritar a parede do estômago.

Existem várias receitas para usar o gengibre.

Você pode simplesmente descascar e ralá-lo e usar junto do alho e da cebola no preparo das suas comidas salgadas.

Uma infusão preparada com o gengibre é uma ótima forma de aproveitar os benefícios acima mencionados.

Ele também vai muito bem nas receitas de sucos naturais.

Principalmente na limonada.

Pois o limão também tem características termogênicas e diuréticas.

Para Emagrecer

Resultado de imagem para gengibre

O efeito emagrecedor do gengibre vem do seu poder termogênico.

Desta forma ele realmente ajuda a queimar as gorduras localizadas e a perder a barriga.

As formas de usar o gengibre para emagrecer são inúmeras, o segredo é consumi-lo da maneira que mais agradar e associar a uma dieta de baixas calorias e exercícios físicos.

Várias são as receitas para usar o gengibre, como os sucos condimentados com gengibre, usá-lo como tempero em comida, os chás, sobretudo associado a outros alimentos com efeito emagrecedor.

As combinações mais comuns são canela com gengibre, limão com gengibre, ou até mesmo gengibre na água.

Para  fazer a famosa água de gengibre, basta adicionar à sua água um pouco de pó de gengibre, ou ele ralado.

Para quem aguentar, pode-se comer cru também, mas não é uma boa ideia!

Uma boa opção é temperar as sopas emagrecedoras com ele ou sempre lembrar de colocar nas suas receitas fit, como shakes, tapiocas e smoothies.

É realmente um alimento muito versátil!

Gengibre os prós e contras

Importante: as contra-indicações

Gengibre os contras e prós para a saúde

Dentre tantas opções, o gengibre é um dos melhores medicamentos naturais do mundo.

No entanto, por causa de suas fortes propriedades, é uma erva que deve ser usada com precaução, assim como com qualquer outro agente de cura.

Para alguns, ele pode realmente ser muito perigoso.

Por isso, veja abaixo se você é uma das pessoas que estão neste grupo de risco, e se deve moderar ou evitar o uso deste ingrediente.

Quando limitar ou banir o consumo 

O site WebMD, voltado para publicações de saúde, mostra que alguns medicamentos têm reações ruins com o uso de gengibre.

Isso particularmente acontece quando a raiz é usada junto a remédios para controle de diabetes, problemas de coagulação do sangue e hipertensão.

Também pode lhe interessar:

Quem toma medicamentos para coagulação sanguínea

Uma das propriedades mais conhecidas do gengibre é a capacidade de afinar o sangue.

Por isso, quem já faz um tratamento médico com medicamentos para evitar coagulação ou problemas de sangramento deve consultar um profissional de saúde antes de consumi-lo.

Nesses casos, a raiz pode aumentar ou diminuir os efeitos dos remédios prescritos pelo seu médico.

Resultado de imagem para gengibre

Quem toma medicamentos para diabetes

Ele é altamente recomendável para quem tem um alto nível de açúcar no sangue (incluindo diabéticos que tratam a doença sem medicação), devido à sua propensão natural de diminuir esse nível.

No entanto, quem já faz uso de medicamentos para controlar a doença – como injeção de insulina, por exemplo – deve ficar atento ao uso de gengibre, pois pode afetar o uso da medicação.

Por isso, fale sempre com o seu médico sobre a quantidade que você pode consumir.

Caso contrário, o nível de açúcar no sangue pode diminuir muito, causando mal-estar.

Quem toma medicamentos para pressão alta

Se combinados com o gengibre, medicamentos usados para controlar hipertensão infelizmente podem causar problemas na frequência cardíaca e diminuir a pressão sanguínea de forma perigosa, causando, dentre outros problemas, a arritmia.

Por isso, consulte sempre o seu médico sobre a quantidade de gengibre que você ingere, e faça os ajustes necessários na dosagem de medicamentos.

Em alguns casos, será preciso evitar o consumo do ingrediente.

Gengibre os contras e prós para a saúde

Quem é propenso a ter cálculos biliares

Pessoas que estão propensas a ter cálculos biliares podem piorar a condição de saúde ao usarem gengibre.

Esses cálculos são formados na vesícula biliar, que armazena a bile necessária para dissolver a gordura localizada nos intestinos.

Se esses cálculos passarem pelo ducto biliar, podem fazer com a que a bile ‘retorne’ ao fígado.

O gengibre pode aumentar a produção de bile, deixando-a em grandes quantidades.

Isso pode aumentar a ocorrência de bloqueios no cálculo biliar, e pode causar a uma enfermidade extremamente grave que pode levar a uma situação de emergência.

No entanto, alguns profissionais de saúde recomendam realmente o uso de gengibre, pois acreditam que a bile adicional alivia o problema de cálculos biliares, em vez de exacerbá-lo.

Já que o assunto é muito controverso, o ideal é conversar com o seu médico sobre o uso de gengibre.

Resultado de imagem para gengibre

Este é um assunto que ainda está em debate, já que os esses riscos não foram definitivamente confirmados.

Muitas pessoas alegam que o gengibre afeta os hormônios sexuais do feto, e alguns temem que pode ser imprudente usá-lo para combater enjoos matinais.

Além disso, sabe-se que o gengibre aumenta o risco de hemorragia, no entanto alega-se que deve ser evitado quando está próximo à data de vencimento.

Embora essas alegações ainda sejam substanciais, sabe-se que ainda há diversas dúvidas sobre o uso do gengibre durante a gravidez.

Por isso, consulte o médico para saber qual a melhor decisão a ser tomada.

Saiba qual a dosagem segura 

Também é importante notar que a grande maioria das pessoas desfrutam dos benefícios do gengibre, seja para a saúde, ou pelo seu sabor acentuado.

O Medical Center Maryland, nos Estados Unidos, afirma que para que não tem nenhuma das restrições listadas acima, a quantidade recomendada de raiz de gengibre em pó é de 4 gramas por dia, e gestantes não podem exceder 1 grama por dia.

Você pode usá-lo fresco ou em pó, mas saiba que o pó é muito mais concentrado.

Uma boa regra a ser seguida é: uma colher de sopa de gengibre fresco é o equivalente a ¼ de colher de chá de gengibre em pó.

fonte: tudopore-mail/receitanatural

Veja também no Portal AVôVó:

Chás para você relaxar e dormir

 

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *