Estética

Furinhos no rosto, o que fazer para acabar com eles

Furinhos no rosto, o que fazer para acabar com eles.

O tratamento com peeling químico, à base de ácidos, é uma excelente forma de acabar definitivamente com os furinhos no rosto, que se referem às cicatrizes da acne.

O ácido mais indicado é o retinóico que pode ser aplicado na pele do rosto, colo, costas e ombros, a fim de remover as marcas e as cicatrizes da acne.

É um ótimo tratamento para quem já passou da fase da adolescência e já não possui cravos e espinhas ativas, tendo somente estes pequenos furinhos na pele.

Como acabar com os furinhos no rosto

Como é feito o peeling com ácido retinóico

Para realizar o peeling com ácido retinóico contra as cicatrizes de acne geralmente são seguidos os passos:

Limpar toda a área a ser tratada 

Com loção de limpeza e esfoliante, esfregando a pele por 2 minutos, e retirando os resíduos a seguir com água termal e compressa de algodão;

Aplicar o tônico pré-ácido 

Para controlar o pH da pele, até que esta absorva completamente o produto;

Aplicar o ácido com pincel em formato de leque 

Nas áreas de tratamento, que podem ser: rosto, costas, ombros, ou outras áreas afetadas pela acne.

Estes devem permanecer na pele por um intervalo de tempo curto, que variam desde alguns segundos a até 5 minutos, dependendo da espessura da pele tratada e da profundidade da cicatriz.

O ácido pode ser retirado quando a pele estiver ardendo muito ou quando completar 5 minutos, dependendo da tolerância da pessoa.

Retirar o ácido da pele

Resultado de imagem para furinhos na pele madura

E lavar o rosto imediatamente com água para neutralizar o ácido na pele;

Aplicar uma espessa camada de máscara para acalmar a pele

Que irá atuar entre 15 e 20 minutos.

Pode-se cobrir a região com gaze e depois do tempo esperado, remover tudo com algodão e água termal.

Aplicar um sérum 

E aguardar até que a pele o absorva;

Finalizar com protetor solar 

FPS 30 ou superior.

As aplicações devem ser feitas 1 vez por semana ou a cada 15 dias, dependendo do tipo de pele do indivíduo.

 Os resultados podem ser vistos a partir da segunda sessão e são progressivos, mas para o tratamento ser feito de forma segura, os ácidos só devem ser aplicados pelo dermatologista ou fisioterapeuta devidamente qualificado com formação em Ácidos e em fisioterapia Dermato funcional.

O número máximo de aplicações são 15.

Cuidados diários com a pele durante o tratamento

Imagem relacionada

Durante o tratamento com ácidos, a pele ficará muito sensível e irá descamar, ficando a camada mais interna da pele ainda mais exposta, por isso o uso de um bom protetor solar é fundamental para não manchar a pele.

Além disso é recomendado evitar ao máximo a exposição solar, usando óculos escuro, chapéu e roupas que cubram as áreas tratadas.

É normal que, no intervalo entre as sessões, a pele descame e fique avermelhada e sempre que isso acontecer, deve-se umidificar o rosto com água termal e depois aplicar um bom creme hidratante com filtro solar.

Esta descamação na pele é importante para promover a criação de uma nova camada de pele, promovendo uma melhor homogeneização das camadas cutâneas, de forma que aumenta a síntese de colágeno.

Durante o tratamento não é recomendado fazer esfoliações caseiras, mas se a pele estiver descamando, deve-se lavar normalmente e aplicar hidratante e com cuidado em movimentos circulares, deve passar um disco de algodão em toda área tratada para remover o excesso de pele.

Para manter a pele limpa deve lavar o rosto com sabonete líquido, aplicar loção adstringente, hidratante e protetor solar.

Também não é indicado usar maquiagem, durante as sessões para que a pele não fique ainda mais seca e descame ainda mais.

fonte: tua saúde

Como hidratar e escolher produtos para pele madura, clique au par saer mais

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *