Física

E a boca envelheceu! E agora?

E a boca envelheceu. E agora?

Pela boca conseguiríamos determinar se seriam adolescentes, adultos jovens, de até 50 anos ou de idade superior. Boca é igual pescoço e mãos: denunciam facilmente a idade!

Os lábios são tumefatos e na transição com a pele temos o vermelhão revestido pela semi mucosa: o leito onde repousa o batom sedutor! O vermelhão tende ao brilho, róseo vivo e homogêneo entrecortado por ranhuras por onde se passa a língua que deixa um brilho cintilante de saliva desejada.

Que vontade de beijar! Se falar dos lábios e não se empolgar assim, é que a boca lembrada envelheceu.

Lábios envelhecidos são finos, as ranhuras viram rugas que se continuam com as da pele, o vermelhão se opacifica e o batom vira uma camada a escorrer pelos limites da pele e cantos da boca depois de alguns minutos! Me dirão: que horror! A saliva fluida brilha como lubrificante e o nojo dela indica que você envelheceu! Com o tempo a saliva rareia, fica geleificante e forma fios viscosos ao abrir a boca.

A homogeneidade indica cuidados com o vermelhão labial e com a pele. Ele deve ser bem delineado por uma linha definida e, sem este limite bem claro, a idade chegou! Manchas discretas brancas alternadas com vermelhas no vermelhão indicam idade e falta de cuidado, pois se tomou muito sol por décadas sem proteção.

Veja também no link:

https://www.avovo.com.br/limpeza-e-cuidados-com-a-sua-dentadura/

Os cantos da boca formam ângulos bem nítidos e as comissuras têm a forma de sinais de < ou > bem abertos e definidos: depois dos 50, tendem a colar suas paredes e viram uma prega horizontal. Se juntar uma espuminha de saliva nos cantos, se denuncia que tem mais de 70.

Com lábios fechados a linha da boca deve formar uma reta ou curva para cima – se formar uma curva voltada para baixo, como a boca de tubarão, a possibilidade da pessoa ser muito velha aumenta.

Ao sorrir, se revela os dentes: quanto mais amarelos, mais velhos! Que cruel, mas é a vida. O dente tem cor homogênea, sem manchas, sem trincas.

Se no esmalte se notar trincas marcadas por uma linha discreta, mas escura, aumenta a possibilidade de envelhecimento: pigmentos de alimentos como café, chocolate e refrigerantes insinuam nas menores trincas e as acentuam.

Pequeninas fraturas no esmalte podem denotar desleixo e falta de motivação decorrentes da idade avançada.

E a boca envelheceu. E agora?

Os ângulos na margem incisa dos dentes anteriores, por onde se tocam superiores e inferiores, devem ser arredondados. Ângulos retos da margem incisa com as laterais das coroas indicam que ocorreu um acentuado desgaste por atrito e isto acontece com o tempo e com o ranger dos dentes, também conhecido como bruxismo.

Este desgaste ou atrição indica: o paciente deve ter mais que 40 e, se acentuado, 60 anos. A atrição que alisa a margem incisa dos dentes anteriores envelhece muito. Nas crianças e adolescentes, além de ângulos arredondados, os dentes anteriores têm serrilhado por três pequenos tubérculos.

O falar e sorrir podem mostrar os dentes inferiores anteriores desalinhados ou apinhados, tal qual a casca da pinha! Isto tende a acontecer com a idade. Sim, o apinhamento dos dentes inferiores indica envelhecimento e representa as rugas do arco dentário, como gosta de dizer o querido professor Leopoldino.

Se as coroas dos dentes aumentaram, pode ser que as gengivas retraíram e a possibilidade do portador ser mais velho aumenta. A escovação incorreta e a falta de limpeza periódica nos dentes propiciam a atrofia gengival, mas não a idade por si só. Apesar de “envelhecer” muito.

Se as pessoas mostrarem a língua, facilitam a identificação da idade. A língua fissurada aumenta e acentua-se seus sulcos e desenhos cerebrais. A saburra branca e amarelada indica falta de escovação e, nos mais velhos, é mais frequente. Em fumantes, a saburra fica acastanhada e algumas papilas ficam tão grandes que simulam pelos: surge a língua pilosa.

Além da pobre higiene, pode estar associada a remédios e alimentação muito pastosa.

Não tenham dúvidas, o índice de acerto da idade examinando-se apenas a boca vai ser grande! O subconsciente aprendeu avaliar isto no contexto. Explicitar estes critérios ajuda as pessoas a cuidarem melhor da porta de entrada do organismo representada pela boca e que também é a porta de saída de coisas maravilhosas como dizer para alguém:

– Eu te amo!

Alberto Consolaro – Professor Titular da USP

fonte: JCnet

Veja também no Portal AVôVó:

Boca saudável: dicas para manter um belo sorriso

AnteriorPróximo
O Avôvó é um portal colaborativo criado especialmente e inteiramente dedicado a um público cada vez mais conectado: a terceira idade. Aqui, não só o idoso se sente em casa. Nosso objetivo é também levar conteúdo relevante para familiares, amigos e profissionais que cuidam dessas gerações que chegam à melhor idade redefinindo conceitos e com cada vez mais interatividade e independência, mostrando que idade é só um número.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *