Utilidades

Dias frios e secos, perigo para a terceira idade

Dias secos e frios fazem mal aos idosos

Dias frios e secos: a terceira idade não pode vacilar nessa época do ano.

Os problemas pulmonares já são terríveis e ainda podem facilitar a ocorrência de outras situações mais graves.

300x250_25_desconto_cupom

Veja 5 dicas para se proteger!

Os idosos

Os idosos devem redobrar o cuidado nos dias frios e, consequente, com umidade baixa, pois algumas doenças tornam-se mais frequentes ou se agravem, principalmente as respiratórias.

Avôvó já alertou sobre a importância da vacina da gripe e falaremos agora sobre alguns cuidados para não sofrer nos dias frios e secos.

A alteração do sistema imunológico é uma característica natural do envelhecimento, o que deixa o corpo menos resistente, tornando os idosos mais vulneráveis.

Os dias mais frios no Brasil dependem muito por região, mas são eles que trazem esse cenário.

Uma simples gripe ou resfriado pode evoluir para uma pneumonia séria, por exemplo.

A expansividade dos pulmões está menor nessa fase da vida, acarretando uma maior probabilidade de doenças respiratórias já que o tempo seco aumenta os processos alérgicos e a proliferação de bactérias que podem atingir os órgãos.

Além disso, os médicos já sabem que a incidência de doenças coronarianas e cerebrais aumentam a chance do paciente sofrer um infarto ou derrame.

Dias frios e secos, perigo para a terceira idade

Veja 5 dicas:

  • Isolamento térmico: não economize nos agasalhos;
  • Hidratação: não deixe de ingerir líquidos. Beba chás;
  • Vacinação: veja as instruções e não perca tempo;
  • Exercício físico: não fique parado
  • Consultas ao médico: procure opiniões de profissionais caso tenha sintomas que se agravem com relação ao aparelho respiratório e outros sintomas.

Curiosidade

Porque os dias podem ser quentes e frios?

Os cientistas descobriram através de um estudo feito no ano passado, que nos últimos 200 anos a temperatura da nossa casa- a Terra – não para de subir.

Antes de mais nada, é preciso entender que temperatura e calor não são a mesma coisa.

Temperatura é o “nome”, digamos assim, que a gente usa para medir a agitação das moléculas em um corpo.

Quanto mais agitadas as moléculas, maior a temperatura.

Já o calor, que é a energia térmica, passa de um corpo para outro por causa da diferença de temperatura, sempre do mais quente para o mais frio, até que eles estejam com a mesma temperatura.

Dias frios e secos, perigo para a terceira idade

No verão, o sol está mais próximo da terra e troca a temperatura dele com a nossa, aquecendo carros, ruas, objetos, o ar e tudo que está por aqui.

Como os raios que chegam até nós estão muito quentes porque estão muito próximos, nessa troca a temperatura média fica muito alta. Os raios do sol aquecem tanto a água dos rios e oceanos que ela evapora e forma as nuvens, que prendem o ar quente entre elas e o solo.

Até que satura e as águas despencam, fazendo chover.

Por isso, em dias nublados pode haver a sensação de abafamento.

Já no inverno, a distância entre a Terra e o sol aumenta, e os raios solares chegam mais fraquinhos, menos quentes.

Diminui a troca de temperatura, mas há outros fatores que também influenciam na temperatura do dia, como a posição do país no globo terrestre.

Os que ficam mais próximos à Linha do Equador, como o Brasil, são mais quentes e têm menos variação de temperatura, porque durante todo o ano recebem mais quantidade de raios solares do que os que ficam nos pólos Norte e Sul.

 Que tal fazer um escalda-pés? Veja como fazer, clicando aqui

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *