Lazer & Entretenimento

Ao mestre com carinho, a nossa homenagem ao professor(a)

A vida de um professor no Brasil, não é nada fácil, assim como todos sabemos.

Mas, através de sua determinação e sabedor de suas obrigações, muitos deles entregam-se à profissão com muita dedicação além daquilo que às vezes lhe é solicitado.

Mas, vai em frente e realiza o seu sonho eterno que é o de transferir conhecimento e educação para muitas crianças, jovens, adolescentes e adultos.

Estar em uma sala de aula não é nada fácil.

Requer preparo e muito estudo para enfrentar alunos que querem de fato aprender.

Essa dedicação, nem sempre, ou muitas vezes não traduz-se em salários adequados.

O que deve-se levar em consideração é a sua força de vontade e não discussão de políticas públicas.

Sabemos que isto deve ser sempre lembrado e cobrado e em algum momento os professores serão enaltecidos e dados o devido valor.

O AVôVó quer parabenizar a todos os professores idosos, aposentados ou não, pela data tão significativa na vida de muitos alunos.

Dia do professor no AVôVó

Ser professor é…

Ser professor é uma profissão que exige muito esforço, preparo, conhecimento, pesquisa, tempo e dedicação, mais ainda, que requer compromisso e comprometimento.

Mas quando se é professor… ah, isso não é nada!

O profissional da educação sabe que seu objetivo maior é ensinar, compreende que o caminho para isso é muito mais complexo, não exige apenas seu desenvolvimento cognitivo, mas sim de suas habilidades socioemocionais que possibilitarão uma atuação mais efetiva e próxima.

Conduzir, acompanhar…

Ser professor é compartilhar conhecimento, propagar informação, fazer o outro crescer, mostrar caminhos, dar as mãos, e para isso tudo é necessário criar vínculos, se aproximar e compreender o outro, o que exige amor!

Todo professor deve se orgulhar do vínculo que cria com seus alunos e do comprometimento com sua missão.

É necessário estabelecer uma parceria na qual ambos aprendam e cresçam.

O professor sabe que é fundamental conduzir seus alunos, mas, acima de tudo, respeitar o tempo de cada um, compreendendo que ao desenvolvimento humano é constante e contínuo e cada um tem seu ritmo.

Sabe enfrentar os seus e os obstáculos do outro, ajudando-o no que for possível a superar suas perdas e frustrações.

Doa-se sem esperar o retorno, pois reconhece que proteger a emoção é essencial para nutrir as relações saudáveis.

Ter o olhar no outro…

Não importa se é um professor da Educação Infantil, do Fundamental ou do Ensino Médio, qualquer um deles sabe que é preciso conhecer e reconhecer o contexto de cada aluno, suas necessidades e seu repertório de vida.

Sabe que é preciso se despir das suas crenças e se libertar de qualquer choque, seja cultural, geracional ou social para conseguir compreender o processo de aprendizagem e assim compartilhar seus conhecimentos.

Despir-se de suas crenças também envolve lidar de forma natural com as dificuldades dos alunos, sabendo que é essencial despertar a curiosidade, permitir que duvidem, que critiquem que questionem para que se tornem sujeitos autônomos.

Planta sua semente…

O professor tem medo de errar, sim, mas esse medo nunca o paralisa.

Ele vai e faz, e assim, superando cada obstáculo (e não são poucos!) e encarando os riscos, pois não há risco maior que o de não cumprir a sua missão.

Ele planta a semente e cultiva seu crescimento a cada dia, e nutre a cada minuto mesmo sem saber quais serão os frutos.

Ser professor é manter-se, apesar das dificuldades, apaixonado por sua profissão, pelo seu trabalho e orgulhoso de sua dedicação!

O AVôVó homenageando você VôVó que um dia foi professor ou ainda exerce esta profissão maravilhosa.

fonte: escola da inteligência e Genoma

Veja a matéria no Portal AVôVó:

A leitura estimula o cérebro dos idosos

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *