Dicas de Alimentação, Receitas Salgadas

Cozinhar com vinho exige técnica. Saiba como fazer

cozinhar na terceira idade com vinho exige técnica

Cozinhar com vinho: além de ótimo acompanhamento para refeições, o vinho também funciona como tempero ou ingrediente, desde que usado adequadamente.

O vinho sempre é ótimo acompanhamento para uma refeição.

Mas também costuma ser utilizado na culinária como tempero ou ingrediente.

Pode estar presente em pratos clássicos ou em receitas inusitadas, dando um toque de requinte.

Geralmente a bebida é utilizada em três etapas na cozinha: pré-preparo (na marinada, quando o alimento fica imerso em meio ácido), como ingrediente/tempero na hora do cozimento (momento da panela) e em molhos ou reduções.

Resultado de imagem para cozinhar com vinho

Além disso, pode aparecer em pequenas porções, no caso do uso de apenas uma taça para o cozimento, ou em grandes quantidades, quando é necessário usar uma garrafa inteira para preparar uma receita.

É importante lembrar de harmonizar o prato com um rótulo que possui as mesmas características daquele que foi usado no cozimento.

Considere comprar o vinho on-line, pois você tem a praticidade de pesquisar entre diversas opções, além de ler resenhas da bebida.

Conheça as regras básicas para cozinhar com vinho:

Resultado de imagem para cozinhar com vinho

Vinho barato, não

Na cozinha, utilize apenas um vinho que você beberia, um do qual já conhece o sabor.

Não ache que apenas vinho barato serve para cozinhar.

Pelo contrário, a qualidade é muito importante e faz toda a diferença no sabor, uma vez que o álcool evapora, permanecendo somente o gosto da bebida.

Dê tempo do álcool evaporar

Deixe-o cozinhar o tempo que precisar.

Demora para o álcool evaporar e o sabor se integrar à comida.

Do contrário, o gosto não ficará muito bom.

Por exemplo, quando o vinho cozinha por 15 minutos, você terá 40% de álcool no cozimento.

Se cozinhar por duas horas, terá menos de 10%.

A quantidade exata

Tenha consciência na quantidade: alguns pratos pedem apenas uma taça de vinho; outros, uma garrafa inteira.

Mas cuidado: pouco vinho não acrescenta nada e muita quantidade pode ser exagero.

Resultado de imagem para cozinhar com vinho

Prazo de validade

Se você utilizar o vinho e sobrar, guarde-o por apenas uma ou duas semanas.

Depois desse período, ele pode estragar a sua próxima receita.

Quando usar o vinho branco

É indicado para receitas mais leves.

Combina com peixes, frutos do mar, vegetais, legumes e hortaliças.

Isso porque ele apresenta um nível de acidez agradável a diversos paladares e harmoniza muito bem com o doce dos legumes e com o amargo dos vegetais.

Também cai bem com carnes mais leves (lombo, frango, filé-mignon).

Quando usar o vinho tinto

Harmoniza muito bem com carnes pesadas (cortes bovinos, embutidos, filés e miúdos).

Em risotos com sabores mais fortes (de linguiça ou presunto, por exemplo), é excelente porque não se sobrepõe ao sabor dos ingredientes.

Também é utilizado em reduções: ferva o vinho até que se transforme em um xarope grosso.

Acrescente caldo de carne e um pouco de caramelo.

Formarão fios escuros que podem ser usados para a decoração do prato, por exemplo.

fonte: metrópoles

Veja também no Portal AVôVó:

1 taça de vinho por dia = 1 idoso mais saudável

 

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *