Finanças

Compra de carros para idosos e a isenção de impostos

Compra de carros para idosos e a isenção de impostos

Você sabia que existem alguns tipos de isenções de impostos  na compra de carros para idosos?

A legislação brasileira prevê que determinados grupos sociais têm direitos de não pagar as tarifas ao governo, e a terceira idade está contemplada.

Quer entender quais são as condições que configuram essa isenção? Então veja este artigo que a Unidas Seminovos preparou para você!

Carros para idosos: como funciona a isenção?

Resultado de imagem para idoso comprando carro

É preciso deixar claro, primeiramente, que não são todos os que estão isentos de impostos na compra de carros para idosos.

O que faz dessa categoria social ter esse direito não é a faixa etária, mas sim uma variedade de condições físicas que são recorrentes nesta etapa da vida. Alguns deles são problemas relacionados a:

  • Joelhos;
  • Coluna;
  • Quadril;
  • Mobilidade reduzida de forma geral.

Porém, não é preciso que o idoso seja o motorista do veículo.

Familiares e responsáveis legais por essa pessoa também conseguem comprar o carro com a isenção, desde que comprovada sua relação.

Os impostos que não serão taxados são PI, ICMS e IOF.

Entretanto, em alguns estados brasileiros ainda é possível não pagar pelo IPVA anual.

Portanto, é importante verificar caso a caso para conhecer os direitos.

Além disso, a regra é válida apenas para carros 0 km, de modo que os seminovos não entram na isenção.

De qualquer forma, é possível fazer a revenda do veículo adquirido com descontos depois de dois anos de uso.

Como conseguir a isenção de impostos na compra de carros para idosos?

Como conseguir a isenção de impostos na compra de carros para idosos

Para a situação de ambos, os idosos condutores e não-condutores, é preciso renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e atualizar os cadastros para informar ao DETRAN se a pessoa está apta a dirigir.

Assim é possível compreender em quais condições essa pessoa pode conduzir e os tipos de adaptações que ela precisa.

Esse processo pode ser um pouco mais demorado, uma vez que, para provar aos órgãos responsáveis que existe alguma dificuldade relacionada à mobilidade reduzida, é necessário apresentar um laudo médico.

Depois de obter a nova CNH e de haver recebido a aprovação desse laudo pelo DETRAN, o idoso ou acompanhante responsável deve ir a uma agência da Receita Federal e fazer a solicitação da isenção dos impostos.

Para comprar um carro, a regra é a mesma válida para PCD: o valor máximo do veículo é de R$ 70 mil e o modelo deve ser de fabricação nacional.

Esteja atento, também, à periodicidade desse benefício, uma vez que é preciso aguardar ao menos dois anos para comprar um outro automóvel.

fonte: unidas

Os cuidados que você deve ter ao dirigir e com os pedestres também. Veja aqui

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *