Estética

Cirurgias plásticas mais realizadas na terceira idade

Cirurgias plásticas mais realizadas na terceira idade: estéticas e reparadoras, as cirurgias não têm restrições de idade, mas devem respeitar condição prévia.

Ter 60, 70 ou mesmo 80 anos de idade não é fator limitante para cirurgias plásticas.

As mais buscadas por mulheres e homens estão menos relacionadas com a estética e mais com as necessidades diárias.

Cirurgias na face, abdome e mamas são as mais comuns e exigem que as doenças crônicas, comuns na terceira idade, estejam bem controladas.

A flacidez da pele na pálpebra do idoso pode atrapalhar a visão, gerando uma sombra quando se olha para o lado.

Apesar de ser uma cirurgia estética, a indicação é normalmente reparadora, e é uma das primeiras cirurgias plásticas que o idoso costuma fazer.

No caso das mamas ou do abdome, o excesso de gordura gera assaduras, feridas e desconforto.

Também causam dores nas costas que, para um idoso com artrose de coluna, é pior.

Restrições existem

Resultado de imagem para cirurgia plástica em idosas

A única restrição para as cirurgias plásticas na terceira idade, de acordo com Marco Aurélio Gamborgi, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, seção do Paraná, é fazer mais de uma ao mesmo tempo.

“Raramente se faz lipoaspiração em um paciente idoso.

É mais indicada uma cirurgia menor, com menor risco e, mesmo assim, o pré e o pós-operatório são bem intensos.

Se for preciso associar cirurgias, que uma seja pequena, como abdome e pálpebra”, explica.

O tempo de cada cirurgia não ultrapassa duas horas, e a recuperação tende a ser mais rápida também.

“Como são cirurgias menos agressivas, elas duram entre uma hora e meia e duas horas, e o retorno ao convívio familiar e social vem em até uma semana”, afirma o cirurgião plástico Luiz Eduardo Abla, professor da disciplina de cirurgia plástica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Um dos riscos que o cirurgião plástico Luiz Eduardo Abla ressalta que pode ocorrer quando os pacientes são mais idosos é a expectativa alta que colocam sobre o procedimento.

“É a minoria dos que chegam ao consultório, mas às vezes o paciente usa a cirurgia como bengala para se sentir melhor, para tapar alguma deficiência de contato, de carinho.

Embora o tratamento atue na autoestima, ele não é uma saída para resolver os problemas, para animar a paciente que perdeu alguém próximo”, exemplifica o professor da Unifesp.

As mais procuradas pelas idosas

Resultado de imagem para cirurgia plástica em idosas

Cirurgias plásticas mais realizadas na terceira idade. Os dados são da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica:

Blefaroplastia (cirurgia das pálpebras)

Melhora a aparência de pálpebras superiores e inferiores. Rejuvenesce ao redor dos olhos, dando um ar de descanso e alerta.

Lifting de sobrancelhas

Eleva e reposiciona os supercílios, pelas pálpebras ou pelo couro cabeludo. Não se anulam os efeitos da gravidade e do envelhecimento natural, que afrouxam e “derrubam” os tecidos, mas há melhora.

Abdominoplastia

No procedimento, se remove o excesso de gordura e de pele, restaurando os músculos enfraquecidos ou separados.

Mamoplastia Redutora

Remove o excesso de gordura, de tecido glandular e de pele para chegar a um tamanho proporcional ao corpo, aliviando o desconforto associado a mamas grandes. Feita também em homens.

Reparo em homens

Olhos e pálpebras são as cirurgias plásticas mais buscadas pelos homens, que buscam principalmente a reparação da visão, devido à flacidez da pele da pálpebra.”

fonte: gazeta do povo

Prótese de silicone. É possível na terceira idade? Clique aqui para saber mais

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *