Suplementos

Cartilagem de Tubarão – Serve para que e funciona mesmo?

cartilagem de tubarão para que serve?

Cartilagem de tubarão – Serve para que e funciona mesmo?

A cartilagem de tubarão vem ganhando um uso até então muito incomum: tratamento de doenças das articulações, ossos e até como tratamento alternativo para o câncer.

A grande quantidade de minerais, fósforo e cálcio são uma excelentes fonte para aqueles que sofrem com dores e para quem precisa reforçar os cuidados com o esqueleto, com a vantagem de ter poucos efeitos colaterais.

Desde a descoberta desse novo uso da cartilagem de tubarão, vários laboratórios passaram a criar suplementos em pó ou comprimidos desse tecido elástico do animal.

Os benefícios do uso ainda não têm validação científica pela categoria médica, apesar de existir vários estudos que indicam o potencial do suplemento para tratamentos alternativos eficazes.

cartilagem de tubarão para idosos

Para que é indicado??

  • Artrite;
  • Psoríase;
  • Curar danos na retina do olho decorrente de diabetes;
  • Tratamento de inflamações intestinais;
  • Enterite;
  • Colite;
  • Flebite;.
  • Fibromialgia;
  • Descalcificação;
  • Câncer nos ossos;
  • Osteoartrite.

Como age no organismo?

Geralmente os tratamentos para doenças nas articulações e ossos é feito à base de condrotina (composto presente em diversos tecidos dos próprios seres humanos, como na cartilagem hialina) e também composta na cartilagem do tubarão.

Também é usado a glucosamina presente na pele, ossos, unhas, tendões, ligamentos e articulações que funciona como um líquido lubrificante para as articulações, o que evita o desgaste e dor para movimentar-se.

Essas duas substâncias combinadas formam a condição perfeita.

A cartilagem de tubarão, por sua vez, é rica em mucopolissacarídeos (como o sulfato de condroitina, por exemplo), proteína de colágeno tipo II, e vários minerais benéficos para a saúde articular e óssea.

Os suplementos vendidos em pó ou cápsulas isolam essas substâncias, ignoram os carboidratos e gordura de forma que não engorda.

O uso de cartilagem de tubarão entra no tratamento como uma possibilidade de auxiliar no alívio de dores e melhoria da flexibilidade articular e saúde dos ossos.

Tudo isso porque tem a possibilidade de garantir quantidades grandes de nutrientes essenciais para a manutenção desses tecidos.

Para todos os casos os médicos alegam o uso de suplementos com essa substâncias como “provavelmente efetiva”, mas sem a garantias.

Como usar

O tratamento acontece via oral e é seguro desde que não ultrapasse os 40 meses de aplicação.

A média é de 4 semanas com ingestão.

Cartilagem de tubarão – Serve para que e funciona mesmo?

cartilagem de tubarão para idosos

Efeitos colaterais

Como ainda não está em estudos médicos sobre o uso de cartilagem de tubarão no tratamento de doenças, há poucas constatações de efeitos colaterais decorrentes do uso desse produto.

Podem acontecer dores de cabeças, náuseas, dores no estômago e alteração da pressão arterial nos primeiros usos e, caso utilizado em grandes quantidades, tem possibilidade de formar pedras nos rins decorrente do grande aumento do nível de cálcio no organismo.

Pessoas que têm histórico de problemas renais devem ter cuidado ao tomar o suplemento, priorize uma consulta médica antes de tomar a decisão.

Contraindicações

Gestantes, mães em fase de amamentação e crianças com menos de 3 anos de idade não devem fazer uso da substância, uma vez que não existe estudos que afirmem quais são os resultados nesses organismos.

Antes de realizar o uso deve-se consultar um médico e confirmar se os benefícios realmente ocorrem e se compensam os riscos.

Será que previne o câncer?

Não existe nenhuma comprovação científica de que a cartilagem de tubarão seja capaz de prevenir o câncer.

Essa conclusão foi retirada por observações biológicas de que os tubarões não têm histórico algum de desenvolvimento de tumores ou câncer, o que pode ser fruto de uma série de fatores e não somente do reforço de suas cartilagens.

São vários os médicos entrevistados e pesquisas que garantem que a cartilagem de tubarão não tem eficácia no tratamento de câncer em estágio avançado, mas alegam que seria preciso mais pesquisas no ramo para que se possa comprovar que ele possa ajudar na manutenção da saúde de corpos que já estão saudáveis e assim prevenir doenças.

Ainda falta muito o que ser estudado para que se comprove o uso desse tecido elástico como uma forma garantida de tratamento e fortalecimento de articulações e tecido ósseo humano.

Até lá, os resultados ficam nas incertezas de quem já se arriscou a utilizar para ver com seus próprios olhos.

fonte: nursing

Veja também no Portal AVôVó:

Como potencializar os benefícios do colágeno

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *