Saúde Física

A importância do banho na terceira idade

A maioria das pessoas sentem que você deve tomar banho tão frequentemente quanto possível para garantir que você está mais limpo.

Além de ajudar a limpar o corpo, banho também é uma meditação, um relaxamento.

Embora seja importante tomar banho regularmente para manter uma boa higiene pessoal, tomar banho demais pode afetar a saúde de sua pele.

É importante encontrar um bom equilíbrio que irá manter sua pele limpa, mas vai permitir que ela permaneça saudável.

Tomar banho demais faz mal?

Tomar banho em uma base regular é muito importante por várias razões.

Pode ajudar a prevenir doenças e também irá promover a boa higiene.

A coisa importante a ter em mente, no entanto, é que quantas vezes você deve tomar banho depende de muitos fatores diferentes.

Os especialistas tendem a concordar que a maioria das pessoas devem evitar tomar banho com muita frequência e, na verdade, reduzir a frequência pode ser uma decisão incrivelmente saudável para a sua pele.

Na maioria dos casos, você só precisa tomar banho duas vezes a cada três dias e algumas pessoas podem fazê-lo apenas em dias alternados.

Quando você evita tomar banho diariamente, sua pele é mais capaz de manter o equilíbrio, tornando-se radiante e saudável.

banho quanto mais melhor

O importante é lembrar-se de usar uma toalha molhada ou uma ducha sobre quaisquer áreas específicas que necessitam de atenção diária por razões de higiene ou relacionados com cheiro, principalmente nas regiões genitais e axilas.

Se você sentir a necessidade de lavar o cabelo todos os dias, não há nenhum problema com isso.

As exceções a esta regra de redução nos banhos são as pessoas que usam transporte público ou frequentam outros espaços lotados, vão para a academia diariamente ou estão em contato com pessoas potencialmente doentes (com gripe, viroses, etc).

Pessoas que suam muito devem tomar banho todos os dias, mas devem evitar banhos quentes, para preservar melhor a saúde da pele.

Importância de tomar banho na frequência certa: pele mais macia

Sua pele recebe a sua hidratação de duas fontes principais: a umidade que está no ar e dos óleos e água encontrados dentro de seu corpo.

É importante ter em mente que quando o ar externo fica seco, sua pele vai ficar seca, já que há menos umidade para atrair.

Algumas pessoas decidem usar um monte de hidratante para resolver o problema, mas a melhor opção pode ser simplesmente tomar banho com menos frequência, ou diminuir a temperatura dos banhos.

Quando você usa água quente, ela vai amolecer os óleos da sua pele, tornando mais fácil para eles serem lavados e, portanto, secando a pele.

Isto significa que, idealmente, você deve tomar banho com menos frequência e optar por um sabão neutro nos locais que você precisar dele.

Se você fizer isso, sua pele deve ser capaz de encontrar um equilíbrio saudável feliz por si só.

Se você sente que precisa de mais, opte por cremes de manteiga de karité pura ou óleos crus orgânicos, tais como azeite, jojoba e coco, de acordo com seu tipo de pele.

banho quanto mais melhor

Menos banhos ajuda a preservar bactérias úteis

A maioria das pessoas percebem que nossos estômagos precisam de boas bactérias para funcionar, mas nem todo mundo percebe que isto é verdade para as células da pele também.

As boas bactérias ajudam as células da pele a produzir os seus próprios antibióticos, que podem ajudar a proteger-nos de bactérias más. loções para o corpo e a maioria dos sabonetes não oferecem este benefício.

Apenas o banho com menor frequência pode ajudar, nesse aspecto.

Menos banhos protegem sua pele de substâncias químicas nocivas

Você pode se surpreender ao saber que ter óleos e células mortas da pele na sua pele são realmente benéficos.

Estes elementos proporcionam uma espécie de proteção contra bactérias nocivas.

Eles também tornam mais difícil para certos produtos químicos penetrarem na pele.

Isto é crucial, uma vez que estes produtos químicos podem danificar a pele e, em alguns casos, outras partes do corpo.

Quando você toma banho, você remover estes óleos e células mortas de sua pele e, no processo, torna mais fácil para os produtos químicos entrarem.

Isso é ainda pior se você estiver usando sabonetes agressivos ou usar produtos químicos na hora do banho.

Devido a isto, os especialistas sugerem sempre escolher um sabão não tóxico com um número mínimo de ingredientes e usá-lo apenas quando necessário, e em partes do corpo que realmente precisam (axilas, mucosas, região genital)

Menos banhos reduzem as inflamações da pele

banho quanto mais melhor

Irritações de pele são bastante comuns, e as pessoas com problemas como erupções cutâneas, irritação, ou até mesmo algo específico, como rosácea e eczema, sabem que tomar banhos quentes agrava o problema.

Na verdade, a pele tende a se comportar melhor quando essas pessoas tomam menos banhos quentes.

Algumas pessoas com psoríase, eczema ou outras condições semelhantes serão realmente alérgicas aos sensibilizadores encontrados em xampus e sabonetes.

Se você remover estes produtos tóxicos de sua rotina de banho, é provável que você note uma diminuição significativa em erupções cutâneas e irritações, salvo se forem produtos recomendados pelo seu dermatologista para o tratamento dos problemas.

Converse com seu dermatologista para saber uma frequência ideal de banhos para seu dia a dia.

A pele é o maior órgão do corpo e deve ser tratada com muito cuidado.

Consulte um profissional antes de usar qualquer produto ou mudar sua rotina.

Quando nos deparamos com a dificuldade de fazer uma pessoa idosa tomar banho ficamos sem saber como é possível mudar esta situação.

Com o devido cuidado e aproximação correta, podemos mudar este comportamento e fazer do banho uma tarefa mais tranquila e agradável para ambos os lados.

Começando pela rotina, sugerir mudanças podem trazer resultados muito satisfatórios.

Perguntar para o idoso o que ele costuma fazer no seu dia a dia, desde que acorda até a hora de dormir, pode ser uma premissa para conversar sobre higiene e saúde e, entrar no assunto banho.

Tentar descobrir qual o motivo da resistência e encaixar esta tarefa em algum horário do dia em que ele esteja mais tranquilo e menos tenso pode ser uma solução para este problema.

Muitos idosos costumam resistir ao banho por medo e falta de segurança.

Eles já não têm mais a mesma disposição e força que costumavam ter, e o medo de cair dentro do banho os aterroriza a ponto de evitarem este momento do dia.

Já não sentem a segurança nos membros e a tensão lhes deixa muito suscetível à queda.

Não perca nenhum conteúdo do Portal Avôvó! Informe seus dados e receba atualizações por e-mail.



 

Outro motivo muito frequente para a falta de banho é a memória.

Conforme vamos envelhecendo, nossa memória começa a nos pregar peças.

A noção de tempo muda, e coisas que fizemos há anos parecem que foram ontem e vice e versa.

Isso pode acontecer muito e, principalmente, quando o assunto é banho.

Muitas vezes eles acham que tomaram banho no dia anterior e acabam esquecendo de realizar esta tarefa nos outros.

Fazer exercícios de memória com eles pode ajudar a melhorar esta situação e os deixar mais à vontade para conversar sobre estes assuntos mais delicados.

Não podemos esquecer que quando nossos pais ou avós eram jovens a vida era diferente.

Banhos diários são costumes que temos hoje, quando eles eram mais novos podem ter vivenciado uma rotina diferente.

Conforme foram envelhecendo, suas memórias do passado vão ficando mais frequentes e alguns hábitos podem voltar, fazendo-os repetir ações que eram executadas no passado.

Nestes momentos a família é muito importante para estas pessoas, para passar a segurança que lhes falta e os apoiar nesta situação.

Conversar com o idoso sobre banho, sem ofender, e oferecer ajuda para isso é um bom começo para a mudança.

Uma solução que traz muitos resultados para estes casos, é a contratação de um cuidador para ajudar nesta tarefa.

Um profissional sabe como agir e auxiliar as pessoas nestes momentos, sem trazer constrangimento para a pessoa.

Muitas vezes alguém que não faz parte da família consegue ajudar mais, por conta da vergonha de algum familiar lhe ver naquela situação.

É bom ressaltar que estes profissionais cobram um preço fixo diferenciado para a realização desta tarefa.

Antes de contratar o ajudante, certifique-se de que se trata de um profissional competente e disposto a ajudar.

Segurança no banheiro

banho quanto mais melhor

Quando assunto é banheiro, não podemos deixar de falar em segurança.

Um ambiente úmido pode ser um prato cheio para quedas e machucados.

Para deixar este momento ainda mais tranquilo, é preciso analisar se o ambiente é seguro e adequado para uma pessoa de idade.

Instalar barras de apoio ajuda o equilíbrio e dá mais segurança e mobilidade para idosos dentro do banheiro.

Caso ele sinta que vai cair pode se segurar nas barras e evitar um machucado mais grave.

Adicionar tapetes antiderrapantes na saída do box e dentro do mesmo, ajudam a pessoa a não escorregar com a água e sabão.

Se a família está disposta a fazer mudanças mais drásticas e permanentes, tirar qualquer degrau de dentro do banheiro, ampliar o espaço de banho, o box, e instalar uma cadeira, ou até uma banheira, facilitará o banho.

Junto a isso, um chuveiro de mão também dá mais controle a pessoa que está tomando banho, assim ela comanda na água e não sofre tanto.

Verificar o escoamento de água neste banheiro também é de extrema importância para que não acumular água e evitar inundações.

É preciso também verificar sempre a temperatura da água antes de entrar no banho, para evitar possíveis queimaduras ou choque-térmicos por conta de água muito quente / fria.

Comece devagar

Caso o idoso não goste de água e essas mudanças não resolvam o seu medo, começar devagar é sempre uma alternativa.

Uma toalha úmida pode ajudar nestas horas. Comece passando a toalha no rosto do idoso, sempre conversando com a pessoa e dizendo o que está fazendo, para não tornar este um ato invasivo e ofendê-la.

Quando ganhar sua confiança, passe a toalha no pescoço e braços, e depois disso, se sentir confiança e for autorizado, passe nas outras partes do corpo.

Lembre-se de ser muito cuidadoso e respeitoso neste momento para não assustar ainda mais o idoso.

banho quanto mais melhor

Apoio médico

Se nenhuma destas alternativas ajudar, conversar com o médico da família será a saída.

Às vezes o problema pode ser mais sério, como é o caso de depressão.

Neste caso é preciso acompanhamento médico sempre e contar com a ajuda de profissionais capacitados para ajudar nestas situações.

Lembrando que é preciso sempre ter muito cuidado e delicadeza para tratar destes assuntos com pessoas mais velhas para que isso não lhes traga ainda mais instabilidade emocional e física.

Sabemos que o orgulho de muitas pessoas fica mais sensível quando elas envelhecem, e admitir que precisa de ajuda parece muito assustador para elas.

É normal que elas sintam medo ou insegurança nestes momentos, então é muito importante fazer com que elas se sintam acolhidas e amadas.

Desta maneira elas se sentirão mais à vontade para dividir suas angústias e frustrações para serem ajudadas.

Estamos sempre pensando em vocês!

Fontes consultadas: saúde melhor e quem cuida

Veja também no Portal AVÔVÓ:

Saiba tudo sobre shampoo e qual o mais adequado

 

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *