NETOS

Avós querem muito mais que afeto

avós querem muito mais que afeto

Avós são símbolos de liberalidade e cumplicidade em travessuras.

E existem os avós de todas as idades e disposição.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), até 2055 o número de pessoas com mais de 60 anos superará o de brasileiros com até 29 anos.

Atualmente eles são 17% do total da população do Brasil, quase 24 milhões de pessoas com mais de 61 anos.

Apesar  da representatividade, envelhecer ainda é tabu.

Na moda e na mídia, o ideal a ser perseguido é o da juventude.

Ser velho, muitas vezes, é sinônimo de ultrapassado ou antiquado.

Avós acima de 60 anos têm rotina mais saudável que as jovens

Pesquisa aponta que mulheres acima de 60 anos tendem a ter rotinas mais saudáveis do que as mais jovens
Foto: Marcos Tristão

Quando se pensa em avó, não precisa vir à cabeça o estereótipo da velhinha que passa o dia fazendo tricô na cadeira de balanço.

Mais preocupadas com seu bem-estar, as mulheres acima de 60 anos estão passando a perna nas mais jovens no quesito saúde.

Ficam pouco tempo paradas — quase metade afirma praticar um esporte regularmente — e orgulham-se de seus corpos, segundo pesquisa do grupo Minha Vida.

Especialistas explicam como as “sessentonas” cuidam cada vez mais da saúde.

— Elas já podem se dar ao luxo de pensar mais nelas.

Anteriormente, tinham filhos para cuidar, família, trabalho — explica a dermatologista e especialista do Minha Vida, Bhertha Tamura, que diz que esse cuidado ajuda a autoestima: — A partir dessa idade, elas querem se cuidar e ouvir: “Nossa, você não aparenta a idade que tem”.

A paciente fica mais feliz pelo fato de saber que está investindo em si.

Imagem relacionada

Outra hábito que beneficia a saúde das mulheres acima de 60 é o costume de visitar, frequentemente, os médicos, além do maior acesso à informação, diz geriatra Márcia Umbelino.

Mas, segundo ela, o grande responsável pela qualidade na vida do idoso é a prática de exercício físico.

— Se eu precisasse recomendar uma única prevenção, seria a atividade física.

Quer saber por que os exercícios físicos são importantes? Clique aqui

Ela oxigena o cérebro, é boa para a memória, ajuda a prevenir osteoporose, depressão e doenças cardiológicas.

Para a médica, a “função” de avó também ajuda:

— As avós querem se cuidar mais para fazer o papel da segunda mãe.

Para acompanhar o neto, ela precisa de uma disposição física e intelectual.

Veja no Portal AVôVó:

Vovó, o que mudou quando você era mãe versus atualmente

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *