Saúde Mental

Aromaterapia para a terceira idade

aromaterapia na terceira idade

Aromaterapia para a terceira idade.

O AVôVó, foi buscar uma das terapias mais utilizadas nos dias atuais, que é uma das atividades que foi reconhecida atualmente pelo Sistema Único de Saúde e que está só faltando a regularização.

bf 300x250

Aromaterapia é a prática de usar os óleos voláteis ou essenciais, naturais extraídos das flores, cascas, caules, folhas, raízes ou outras partes de uma planta para melhorar nossa qualidade de vida, através de um melhor  equilíbrio psicológico e também atuando no nosso bem-estar físico.

Quando inalado, o aroma desses óleos “essenciais” estimulam o cérebro pela ação nas áreas do sistema límbico.

Os óleos essenciais podem também ser absorvidos através da pele, onde viajam através da corrente sanguínea e podem promover a cura de todo o corpo.

Uma forma de medicina complementar, a Aromaterapia está ganhando impulso.

Usada em aplicações variadas é utilizada para alívio da dor, no mal estar, melhora o humor e também as funções cognitivas.

Há um grande número de óleos essenciais disponíveis, cada um com as suas próprias propriedades terapêuticas.

Aplicação de óleos essenciais

Você pode utilizar o óleo essencial – a Aromaterapia – para que eles tenham realmente um impacto terapêutico.

Como os óleos essenciais são muito concentrados, não é recomendável aplica-los diretamente sobre a pele.

Seus resultados vão ser melhor observados se utilizar pequenas quantidades diluídos em óleos vegetais ou cremes neutros.

aromaterapia na terceira idade

Massagem

Provavelmente, o método mais popular de aplicação de aromaterapia é a massagem.

Algumas gotas do óleo essencial selecionado ou de uma sinergia, adicionado em um carreador (óleo vegetal de amêndoa, manteiga de cacau, manteiga de karité, etc) podem afetar o corpo, tanto psicológica como fisiologicamente – dependendo do óleo essencial que você utilizar.

O sentido do olfato é acionado quando os óleos essenciais são aplicado durante a massagem e também ao ser absorvidos pela pele, caem na circulação potencializando seu efeito terapêutico.

Banhos

Uma das formas de se beneficiar do poder relaxante da aromaterapia é colocar, umas gotas de um óleo aromaterápico na sua banheira, encha a banheira e verta um pouco do óleo essencial escolhido ou de uma sinergia preparada especialmente para esta ocasião, não esqueça de diluir em um produto para que o óleo não fique na superfície da água (pode ser um sabonete líquido neutro).

Entre na banheira e desfrute desse momento, não esqueça de incorporar uma respiração lenta e relaxante.

Inalação

Um dos pilares do tratamento de aromaterapia é a técnica de inalação direta, considerada a forma mais segura de utilização dos óleos essenciais.

O óleo essencial utilizado na inalação estimula o olfato atingindo o sistema límbico e também, ao entrar nos pulmões chega aos alvéolos caindo na corrente sanguínea.

Uma vez que muitos óleos essenciais são bastante utilizados para aliviar problemas respiratórios, como asma, bronquite, sinusite etc, a inalação é um método de aplicação muito popular.

A regra de ouro para muitos óleos essenciais é adicionar de três a cinco gotas na água quente utilizando uma toalha sobre a cabeça ou uma ou duas gotas diretamente sobre um lenço.

Outra tipo de inalação é a indireta, muito utilizada para trabalhar o lado emocional, um difusor ambiental neste caso é utilizado.

Quando falamos em inalação precisamos pensar que as propriedades desses óleos chegarão diretamente ao nosso sistema nervoso central o qual irá processar as informações e enviar sinais para todas as partes do corpo o quais irão executar as informações recebidas.

Por exemplo, em um processo infeccioso, utilizamos a inalação de óleo de limão e tea tree, o cérebro receberá a informação para ativar a resposta imune do corpo ativando as células de defesa (glóbulos brancos principalmente) as quais se encaminharão para o local da infecção combatendo a mesma e restaurando a saúde do corpo.

Compressas

Adicione algumas gotas do óleo essencial ou da sinergia escolhida em um pouco de álcool de cereal e esta em uma bacia com água(quente-morna ou fria – conforme o tipo de lesão).

Molhe um pano na mistura e torça.

Usando o pano como uma compressa, aplicá-lo nas áreas do corpo que necessitam de alívio da dor, tais como os músculos da testa, ou no estômago.

Compressas quentes de óleos essenciais são ótimos para cólicas menstruais e dores recorrentes nos músculos e juntas, enquanto que as compressas frias são bastante utilizadas para contusões na fase mais crítica, a aplicação pode diminuir a dor muscular e facilitar a movimentação da articulação afetada.

Como funciona a Aromaterapia?

A Aromaterapia inicia-se no momento da escolha dos óleos essenciais que serão utilizados.

Podemos dizer que é um auxiliar aos tratamentos alopáticos ou homeopáticos, individualizado que visa o bem estar completo do indivíduo e suas necessidades pessoais.

Para cada pessoa é necessário realizar uma avaliação, física e psicológica antes de definir qual caminho seguir.

Os óleos escolhidos devem beneficiar não somente o físico que muitas vezes apenas está respondendo á problemas psicológicos ou emocionais.

Todos esses benefícios podem ser recebidos através de massagens, águas  de banho, inalação, etc.

As moléculas dos óleos quando dissipadas no ar, são inaladas, vão para os pulmões pela traquéia, penetram os brônquios, bronquíolos e alvéolos e chegam à corrente sanguínea proporcionando todos os benefícios terapêuticos de cada essência.

Outra parte do aroma vai diretamente para o cérebro, atingindo o Sistema Nervoso Central e, mais especificamente, o Sistema Límbico, que é o centro das emoções, contribuindo para equilibrar comportamentos, atitudes, memória e humores, já que faz com que o cérebro libere substâncias relaxantes, sedativas ou estimulantes.

Quando o óleo é aplicado diretamente na pele há a penetração cutânea, as moléculas atingem a corrente sanguínea, se espalham no corpo e agem conforme suas propriedades terapêuticas.

aromaterapia para a terceira idade

Já quando utilizamos os óleos aplicados sobre a pele, os mesmos serão absorvidos através da derme e atuarão no local desejado.

Aqui vale ressaltar a importância de sempre utilizar um carreador como os óleos vegetais que tem composição compatível com a derme facilitando a absorção dos mesmos.

Benefícios da Aromaterapia

Os benefícios da Aromaterapia podem ser muitos, cada óleo essencial oferece uma ação terapêutica diferente, mas de forma geral eles:

-Relaxam e diminuem os sintomas do estresse;
-Aliviam as tensões musculares;
-Apresentam ação bactericida e fungicida;
-Ação anti-inflamatória;
-Previnem doenças.

Não perca nenhum conteúdo do Portal Avôvó! Informe seus dados e receba atualizações por e-mail.



 

Aromaterapia aplicada a outros Tratamentos

A técnica pode ser aplicada junto a outros tratamentos, tanto alternativos, quanto tradicionais.

Muitas clínicas de beleza, spas, podólogos, massagistas entre outros profissionais utilizam o poder dos óleos essenciais para potencializar a ação dos tratamentos estéticos

(Como a aromaterapia auxilia os tratamentos estéticos), relaxantes, entre outros.

Todos podem desfrutar dos benefícios da Aromaterapia, mas existem algumas contraindicações.

É preciso tomar alguns cuidados necessários para usar os óleos essenciais, por exemplo, alguns óleos como Bergamota, Limão, Grapefruit, Laranja doce, Laranja amarga e Tangerina causam queimaduras na pele quando em contato com a luz solar, mulheres grávidas e crianças precisam usar pequenas quantidades dos óleos e sempre com acompanhamento de um profissional, pessoas com problemas de pressão alta precisam evitar o uso de óleos como Alecrim, Canela, Cravo, Hortelã-Pimenta e Gengibre, já quem sofre de Epilepsia deve evitar os óleos de Alecrim, Canela, Cravo, Erva Doce, Hortelã-Pimenta e Sálvia, pois afetam o Sistema Nervoso.

Procure sempre um profissional da área.

Veja também no Portal AVôVó:

Saiba tudo sobre shampoo e qual o mais adequado

 

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *