Lazer & Entretenimento

Aplicativos de relacionamento para idosos. Saiba que…

sites de relacionamento

Aplicativos de relacionamento para idosos. Saiba que…

A vida amorosa não acaba na terceira idade.

Acaba quando nós decidimos que acabou e, caso você não tenha colocado um ponto final nessa história, agora ficou mais fácil!

Pessoal, vamos falar de um assunto delicado? Sim, aplicativos de relacionamento.

O mundo digital, vivendo sob a tutela da conexão, não é novidade para ninguém e a cada ano o mercado da tecnologia inova, trazendo novas possibilidades e formas de utilização.

O tipping point – ponto de mudança – da relação com a tecnologia na vida cotidiana foram os smartphones, ultrapassando muito a antiga função de fazer ligações.

Nesse meio, com a ampliação total das tarefas realizadas por um celular, os aplicativos de relacionamento estão se tornando um sucesso completo.

Os mais jovens entraram de cabeça e não é fácil encontrar alguém que não esteja marcando encontros pela internet.

sites de relacionamento

No entanto, os jovens não são os únicos que buscam um relacionamento afetivo através da tecnologia.

A cada dia aumenta o número de idosos que estão superando deixando de os preconceitos, e descobrindo que podem ser felizes, encontrando o amor.

Veja nessa matéria que os bailes para a terceira idade não são mais a única alternativa para conhecer alguém legal, mas não se esqueça de ler até o fim.

O conteúdo também engloba dicas para não sofrer golpes, afinal, como tudo nesse mundo, essa estória não é composta apenas por flores.

Veja três aplicativos para idosos:

Stitch

Imagine um app de paquera como o Tinder.

Agora substitua os usuários jovens e descolados por simpáticos idosos sorridentes em busca de companhia.

Essa é a proposta do Stitch, criado pelo australiano Andrew Dowling, que também fornece aos usuários – maiores de 50 anos – um sistema de aprovação ou recusa.

A má notícia é que infelizmente, o aplicativo ainda não está disponível no Brasil, mas seu criador já afirmou que a oferta poderá ser expandida de acordo com a demanda.

Por enquanto, é possível cadastrar seu e-mail no site e depois aguardar até que o serviço funcione por aqui.

Par Perfeito

O site Par Perfeito não é destinado exclusivamente à terceira idade – mas pessoas de qualquer faixa-etária podem se cadastrar por lá, sendo possível selecionar a faixa de idade que você deseja.  

Na página, é possível informar o gênero da pessoa que está buscando, o país e estado de origem.

Ou seja, há chances de encontrar um companheiro em qualquer canto do mundo.

B2

Destinado a pessoas com mais de 60 anos, o B2 é um site de relacionamentos semelhante ao Par Perfeito.

Para utilizar a plataforma, você deve cadastrar e-mail e senha, além de fornecer informações sobre o perfil que busca.

A partir desses dados, serão apontados perfis compatíveis com o seu.

Pesquisas têm comprovado uma melhora no estado de saúde e na qualidade de vida das pessoas com vínculos emocionais saudáveis.

Como lembramos lá no começo da matéria: a vida não é feita só de flores! Infelizmente, como os todos as situações, tem gente se aproveitando da facilidade proposta pelos aplicativos de relacionamento e aplicando golpes.

As mais diversas maneiras de enganar uma pessoa despreparada estão acontecendo via os app.

Portando, o Avôvó selecionou 5 dicas essenciais para você não se tornar uma vítima.

sites de relacionamento

Veja as dicas:

Não faça nada envolvendo dinheiro

Não importa quem seja a pessoa, o tempo que você conversa com ela e a vontade que você tem de ajudar: não envie dinheiro para ninguém.

Alias, caso isso já tenha acontecido, cuidado com detetives particulares, pode ser outro golpe.

Permaneça no site

Evite mudar o local do bate-papo para outras redes como o Facebook ou o WhatsApp.

Serviços de encontros podem ser mais seguros, pois alguns são capazes de identificar ações ou identidades fraudulentas.

Está muito fácil? Desconfie

A foto está bonita demais? Parece mais um modelo?

A pessoa diz tudo o que você mais quer ouvir, na hora certa e do jeito certo?

Melhor ficar esperto e caprichar nas perguntas, ainda mais se a pessoa faz um mistério, ou seja, fala pouco de si e faz muitas perguntas.

O bate-papo tem de ser uma troca equilibrada de informações.

Comunique outras pessoas

Nada de segredos, o melhor é falar para parentes e amigos a respeito de suas aventuras no mundo virtual.

Eles podem abrir seus olhos quando – e se – a coisa ficar estranha.

Local perfeito? Bastante gente

Por segurança, marque os primeiros encontros em lugares públicos e ambientes com outras pessoas, como um cinema.

Depois de marcar, conte para alguém o local e horário que você marcou.

VôVó, tome cuidado, tá!!!!

Veja também no Portal AVôVó:

Sou uma pessoa idosa, e daí ? O que fazer?

 

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *