Nacional

Amazonas, viajando e passeando por esse paraíso

Amazonas, viajando e passeando por esse paraíso.

10 passeios que provam que você deve conhecer o Amazonas.

Gen - 120x600

Todo mundo já ouviu falar muito da Amazônia – além de ser a mais importante floresta tropical do mundo, representando mais da metade das florestas tropicais que restaram, é também considerada uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza e abriga o mais rico e preservado ecossistema de todo o planeta.

10 passeios que provam que você deve conhecer o Amazonas

Mas ainda são poucas as pessoas que podem dizer que conhecem pessoalmente esse paraíso natural e já exploraram seus muitos mistérios e encantos, pois, mesmo sendo um dos destinos mais exóticos do Brasil e do mundo, continua sendo uma das regiões menos conhecidas do país, principalmente por brasileiros (há uma grande demanda de visitas de curiosos turistas internacionais).

Se você sempre teve vontade de explorar um dos lugares mais importantes e impressionantes que existem e por algum motivo estava indeciso, nós listamos dez passeios que irão lhe provar que você deve conhecer a beleza rara da Amazônia e mergulhar de cabeça em uma das experiências mais especiais de sua vida.

Encontro das águas

Trata-se de um incrível fenômeno da natureza onde as águas barrentas do Rio Solimões e as águas escuras do Rio Negro se encontram e percorrem, lado a lado, por um trecho de seis quilômetros de extensão, mas não chegam a se misturar nunca.

Para presenciar essa maravilha natural, um passeio de barco, que tem duração de um pouco mais de uma hora e passa por outras lindas paisagens da região, lhe levará até o ponto de encontro das águas desses dois importantes rios.

Parque Nacional de Anavilhanas

Esse espetacular parque foi criado com o intuito de proteger e preservar um dos maiores arquipélagos fluviais do mundo, o de Anavilhanas, que conta com cerca de 400 ilhas, além de todas as riquezas naturais que também existem por sua extensa área, como sua rica e densa vegetação, uma biodiversidade extravagante que envolve uma quantidade surpreendente de árvores de grande porte e de inúmeras espécies de aves, e muitos outros encantos da natureza.

O Parque também gera renda para as comunidades que vivem em seu entorno e ainda estimula o conhecimento e a educação ambiental com seu turismo sustentável.

Hotéis de selva

Também chamados de jungle lodges, esses hotéis são excelentes opções de hospedagens, pois lhe permite estar muito próximo de toda a natureza e exuberância da Amazônia, já que ficam situados em meio à selva, fazendo desta experiência ainda mais especial e única.

Outro ponto muito positivo desses hotéis é que eles oferecem passeios diurnos e noturnos, como focagem de jacarés, caminhadas na floresta e visitas às comunidades dos cablocos e nativos da região, entre tantos outros.

Uma sugestão de um ótimo hotel de selva é o Juma Amazon Lodge, que possui bangalôs muito confortáveis e seguros para os viajantes que desejam se hospedar em plena Floresta Amazônica.

Escalada em árvores

Esse passeio é uma aventura e maneira extremamente divertida de se ter uma visão, mas de um ângulo diferente, absolutamente espetacular do mar de verde que forma a Floresta Amazônica – você escalará suas árvores centenárias, que podem chegar a mais de 60 metros de altura, e, de seu topo, poderá admirar uma paisagem que pouquíssimas pessoas tem a oportunidade de presenciar.

Com alguma sorte, você pode conseguir avistar aves e até mesmo macacos nos galhos das árvores.

Grutas do Madadá

Localizadas no Parque Nacional de Anavilhanas, são dois conjuntos de imensos blocos de rochas de arenito que formam incríveis salões de pedra e estão rodeados por uma densa vegetação de floresta equatorial primária.

A trilha que leva até as grutas já vale o passeio, pois além de passar pelo meio desse exuberante ecossistema da selva amazônica, você poderá ainda ver as ruínas do que costumava ser aquela região antigamente, além de inscrições rupestres e também conhecer comunidades ribeirinhas.

Cachoeiras do Parque Nacional do Jaú

Além de ser o segundo maior parque nacional do Brasil e o terceiro maior do mundo em floresta tropical úmida intacta, com uma área superior até mesmo que do estado do Sergipe, e de ainda ter sido declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, o Parque Nacional do Jaú conta com diversas cachoeiras de beleza selvagem que formam piscinas convidativas a um delicioso mergulho – e alguns desses poços, como da Cachoeira do Itaúbal, ainda se destaca por conta de suas águas que possuem um tom avermelhado fascinante.

Cidade de Novo Airão

Conhecida também como a “terra do boto cor-de-rosa”, Novo Airão está localizada a algumas horas de Manaus e reúne uma abundância de belezas naturais que ganham vida graças às águas dos rios, lagos e igarapés, formando as famosas e exuberantes praias fluviais de areias brancas e abrigando os botos, como seu apelido sugere (inclusive, é possível interagir com eles e alimentá-los).

Outro excelente ponto que faz dessa cidade um dos grandes atrativos do Amazonas é que dois dos parques nacionais estão situados aqui: o Parque Nacional de Anavilhanas e o Parque Nacional do Jaú.

Pescar Pirarucus nos flutuantes do Rio Solimões

O Pirarucu é a maior espécie de peixe de água doce não só do Brasil, como de toda a América do Sul, e sua pesca esportiva, feita entre igarapés e igapós do famoso Rio Solimões, afluente do Amazonas, é uma das atividades mais simbólicas e divertidas para se fazer nesse destino.

O mais interessante é que essa não é uma pesca padrão, pois os Pirarucus também não são peixes quaisquer – eles podem medir até dois metros e pesar até 200 quilos, sendo considerado como o bacalhau da Amazônia.

Nadar com os botos

Uma das experiências mais especiais que você pode ter no Amazonas é ter o contato com os botos cor-de-rosa, que são uma espécie de símbolo dessa região.

Nesse passeio, o barco lhe levará até a Praia da Orla de Novo Airão, onde esses animais maravilhosos vivem livremente, e após uma palestra sobre as principais características desses mamíferos e sobre a atividade de turismo com eles, será liberado a interação e mergulho com os botos a partir de uma plataforma submersa.

Festival de Parintins

O Festival Folclórico de Parintins é uma festa popular do município de mesmo nome, Parintins, no interior do Amazonas, que é realizada todo ano, sempre no último fim de semana do mês de Junho, em plena floresta amazônica.

O evento é uma das maiores celebrações brasileiras que comemoram a rica cultura amazonense – inclusive, fica atrás apenas do Carnaval como a maior festa folclórica do Brasil, pois chega a atrair cerca de cem mil turistas de diferentes cantos do país e conta com incríveis espetáculos, todos muito tradicionais e divertidos, durante três dias de festival.

Manaus, um turismo diferente e bonito para idosos. Clique aqui para saber mais

AnteriorPróximo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *