Utilidades

Alzheimer, um tema que merece a sua atenção !

A conscientização do Mal de Alzheimer

O portal Avôvó entrevistou um especialista para esclarecer algumas duvidas sobre o mal de Alzheimer. As perguntas foram elaboradas a partir dos depoimentos recebidos e situações mais frequentes.
O vídeo em questão falará de um assunto complicado e extremamente delicado, mas, já sabendo disso, convidamos o doutor Marcelo Paoli para explicar pontos cruciais e amenizar preocupações recorrentes. Recebemos o psiquiatra geriátrico no nosso escritório e elaboramos as perguntas através dos depoimentos que recebemos diariamente sobre o tema.

O repórter fez as perguntas e o doutor em psiquiatria respondeu com riqueza de detalhes, explorando a definição da doença, quem tem mais tendência a desenvolver a doença, fatores de risco, prevenção e exames para detecta-la.

Vale ressaltar o nível de descontração que a entrevista foi realizada. Não engessamos o tema e abrimos todos os questionamentos aos possíveis anseios dos assinantes do  Informativo Avôvó que se cadastraram no Portal. Isso faz toda a diferença, aplicando conceitos mais humanos e menos técnicos: “Os grandes avanços científicos e técnicos no campo das ciências experimentais aplicadas à medicina e às ciências da saúde em geral vêm trazendo uma série de transformações nesses campos.

O processo de desumanização é uma das consequências do divórcio entre a medicina e as humanidades que ocorreu principalmente a partir de fins do século XIX. Entender o desenvolvimento histórico e recolocar o papel das ciências humanísticas no contexto da formação parece ser o caminho necessário para a (re)humanização da medicina”, definição do núcleo de psiquiatria da UNIFESP.

Por que a doença afeta tantas pessoas?

Podemos dizer que qualquer assunto que se trate da vida é delicado. Conviver com isso não deve ser fácil, os médicos devem possuir uma força emocional enorme e tratar das angustias, assim como tratam das enfermidades.

“As ciências humanísticas têm muito a contribuir para o desenvolvimento das ciências da saúde e da medicina em particular. Mas tal contribuição só pode se efetivar quando médicos, cientistas da saúde, historiadores, filósofos, antropólogos, psicólogos, literatos, pedagogos e alunos perceberem a necessidade de, sem pré-conceitos e com o espírito aberto, se constituírem canais comuns de estudo, discussão e troca de experiências”, a UNIFESP afirma a necessidade de humanizar.

Assista abaixo a entrevista exclusiva para o Portal AVôVó realizada com o Dr. Marcelo Paoli:

Veja também no Portal AVôVó:

O que são doenças psicossomáticas?

 

 

AnteriorPróximo
O Avôvó é um portal colaborativo criado especialmente e inteiramente dedicado a um público cada vez mais conectado: a terceira idade. Aqui, não só o idoso se sente em casa. Nosso objetivo é também levar conteúdo relevante para familiares, amigos e profissionais que cuidam dessas gerações que chegam à melhor idade redefinindo conceitos e com cada vez mais interatividade e independência, mostrando que idade é só um número.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *