Lazer & Entretenimento

4 filmes para os idosos assistirem no Netflix – esses valem a pena!

filmes indicados AVôVó

O Avôvó vai indicar bons filmes! Acreditamos que assistir um filme é uma boa opção de lazer, boa e barata, e ajuda na difícil tarefa de manter-se refletindo sobre o mundo. Bom proveito.

Em maio de 2018, a cidade de Cannes, localizada no sul da França, esteve nas atenções de todos os amantes de cinema do mundo e, como sempre, não decepcionou. Trabalhos inovadores e diretores experientes em obras singulares que merecem destaque. Não vamos falar dos resultados já conhecidos, mas de bons filmes e histórias fantásticas.

O evento acontece aos ares do mar mediterrâneo e no charme que cerca a Croisette, famosa avenida local à beira da praia, o Festival de Cannes conquistou uma grife nada comum. Enquanto cenário luxuoso e requintado, é plataforma para que os talentos da sétima arte se envaideçam, desfilando seus melhores trajes, exibindo as parcerias de sucesso, respondendo de boca cheia às questões sobre sua obra ou autocriticando seu cinema, que ali está sob os refletores do prestígio.

O fato é: a celebração, iniciada na década de 40, transformou-se em símbolo da alta cultura cinematográfica por atuar como reconhecedor de talentos transformadores, genialidades e obras experimentais. Apesar disso, entre os principais destaques, o número de diretores com trabalhos já consagrados é enorme e nós – o Portal Avôvó – decidimos apontar os treze indicados, indicando outros trabalhos de sucesso.

filmes indicados AVôVó

Lista dos 13 principais destaques em Cannes, em negrito aqueles que estamos indicando em  trabalhos anteriores:

  • Todos Lo Saben, de Asghar Farhadi
  • Blackkklansman, de Spike Lee
  • Under the Silver Lake, de David Robert Mitchell
  • Han Solo: Uma História Star Wars, de Ron Howard
  • Fahrenheit 451, de Ramin Bahrani
  • O Grande Circo Místico, de Carlos Diegues
  • Pope Francis – A Man of His Word, de Wim Wenders
  • The House that Jack Built, de Lars von Trier
  • The Man who Killed Don Quixote, Terry Gilliam
  • Whitney, de Kevin Macdonald
  • Tree Faces, de Jafar Panahi
  • Le Livre D’Image, de Jean-Luc Godard
  • Girls of the Sun, de Eva Husson

4 filmes no Netflix produzidos pelos indicados:

  • O Plano Perfeito, de Spike Lee

Um grupo de assaltantes executa um plano ousado e aparentemente perfeito para roubar um banco. Ao longo de 48 horas, dois detetives, interpretados por Denzel Washington e Chiwetel Ejiofor, negociam com o líder da gangue, vivido por Clive Owen, a liberação dos cerca de 50 reféns. Willem Dafoe, Christopher Plummer e Jodie Foster completam o elenco. Em Cannes: Spike Lee retorna ao gênero policial com Blackkklansman, em que um policial negro se infiltra na milícia racista Ku Klux Klan.

  • Mar Negro, de Kevin Macdonald

Um submarino naufragado com um valioso tesouro nazista leva um grupo de homens dos mais variados perfis em uma perigosa viagem ao fundo do Mar Negro. Em Cannes: O versátil diretor, que vai desde ficção científica a tramas realistas, apresenta no festival seu novo documentário, Whitney, sobre a vida de Whitney Houston.

  • Brazil: O Filme, de Terry Gilliam

A distopia non-sense lançada em 1985 segue a vida de um homem que encontra, literalmente, a mulher dos seus sonhos. O problema é que ela é considerada, naquela sociedade controladora e consumista, uma ameaça terrorista. Em Cannes: Terry Gilliam apresenta The Man Who Killed Don Quixote – filme que ganhou o apelido de “maldito” por seus muitos contratempos de bastidores — imbróglio que já dura 20 anos. A produção, enfim, será apresentada pela primeira vez no encerramento do festival.

  • 99 Casas, de Ramin Bahrani

Uma mãe e dois filhos perdem a casa onde vivem por causa da hipoteca. O mais velho, vivido por Andrew Garfield, passa a trabalhar para o agente imobiliário que tomou sua residência, com o intuito de tê-la de volta. Logo, ele descobre o mundo sujo em que seu chefe está envolvido. Em Cannes: Ramin Bahrani apresenta, fora de competição, sua adaptação do clássico da literatura Fahrenheit 451, de 1953, com produção da HBO. Na distopia, livros são proibidos e queimados por agentes do governo autoritário.

Veja também no Portal AVôVó:

10 filmes infantis para assistir com os netos e avós

AnteriorPróximo
O Avôvó é um portal colaborativo criado especialmente e inteiramente dedicado a um público cada vez mais conectado: a terceira idade. Aqui, não só o idoso se sente em casa. Nosso objetivo é também levar conteúdo relevante para familiares, amigos e profissionais que cuidam dessas gerações que chegam à melhor idade redefinindo conceitos e com cada vez mais interatividade e independência, mostrando que idade é só um número.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *